Notícias do Mercado - 25/10/2017

LinkedIn

Em Brasilía hoje (25) deve acontecer a votação no plenário da Câmara da segunda denúncia contra o Temer. Já é esperado que o presidente saia vitorioso, porém o placar da votação será importante para medir a possibilidade de aprovação da reforma da Previdência, mesmo que bem enxuta.  Sobre a reforma, o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, já afirmou que o governo irá começar a se articular a respeito do tema ainda esta semana.

No âmbito econômico, no final do dia o Copom anuncia mais uma decisão a respeito da taxa Selic. O consenso é que haverá um corte de 75 basis, levando o indicador para 7,5% ao ano.

No exterior até agora as bolsas europeias e futuros de índice de Nova York negociam com sinais mistos na véspera de decisão de política monetária do Banco Central Europeu (BCE). No mercado de commodities o petróleo opera com sinais de baixa, com o Brent perto de 58 dólares o barril, após o API (Instituto Americano de Petróleo) estimar crescimento do volume estocado nos Estados Unidos na semana passada.

DESTAQUES CORPORATIVOS

  • Temer quer editar MP da privatização da Eletrobras até sexta como aceno ao mercado pós-denúncia: Folha
  • Petrobras nunca mais terá concurso p/ 2 mil pessoas, diz Repsold
  • Renner: Lucro líquido 3T supera maior est.
  • Vulcabras: Oferta total de ações levanta R$ 747,5 mi
  • Plano do governo para a Oi, que deve estar pronto na sexta, exclui dívida com Anatel: Valor
  • Receita vê irregularidades e aperta fiscalização a bancos: Valor
  • Telefônica Brasil: Lucro recorrente 3T supera est.

Deixe um comentário