Dólar recua diante da inflação fraca nos EUA

LinkedIn

O dólar fechou o dia em queda, com os investidores aguardando por mais informações sobre a Reforma da Previdência e em dúvida sobre as novas altas de juros nos Estados Unidos.

Histórico

A moeda recuou 0,38%, cotada a R$ 3,2194 para compra e R$ 3,2202 para venda.

Após 16 pregões do mês, a moeda desvalorizou 0,73%. Já se foram seis fechamento positivo, contra dez negativos. No último pregão de outubro, o dólar fechou cotado a R$ 3,2430 para compra e R$ 3,2438 para venda.

Em 2017, após 223 pregões, o dólar apresenta uma desvalorização de 0,91%. São 106 pregões de alta contra 117 de baixa. Em 2016, a divisa dos Estados Unidos fechou cotada a R$ 3,2492 para compra e a R$ 3,2497 para venda.

Influências

No cenário nacional, os temores sobre a não aprovação da Reforma da Previdência aumentam conforme o tempo vai passado. Na prática, a Câmara tem apenas mais três semanas para discutir e aprovar o projeto, aproveitando a “janela da oportunidade”, conforme definiu Rodrigo Maia, presidente da Casa.

Já na perspectiva internacional, os Estados Unidos continuam apresentando uma inflação fraca. Isso pode ser um problema para as novas altas dos juros pelo Federal Reserve (Fed), o Banco Central americano, mesmo que a última ata do Fed tenha informado que a organização pretende elevar os juros até o final do ano.

Deixe um comentário