Lucro da Braskem cai 7% e atinge R$ 764 milhões no 3º trimestre

LinkedIn

Afetada pela parada programada na central do Rio de Janeiro e por paradas não programadas de duas unidades de polipropileno (PP) nos Estados Unidos, devido à passagem do furacão Harvey, entre outros fatores, a Braskem (BOV:BRKM5) registrou lucro líquido consolidado de R$ 764 milhões no terceiro trimestre deste ano, com recuo de 7% na comparação com igual período de 2016.

Ante o segundo trimestre deste ano, por sua vez, o declínio é mais significativo, de 33%, com efeito negativo de uma maior despesa com variações cambiais líquidas. Já o lucro líquido atribuível a acionistas da companhia totalizou R$ 799 milhões, queda de 10% na relação anual e de 27% na trimestral.

No intervalo de julho a setembro deste ano, o Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado ficou em R$ 2,746 bilhões, com declínio de 9% tanto na comparação com igual período de 2016 quanto ante o segundo trimestre deste ano.

A empresa justifica que essa linha do balanço foi afetada pela parada programada na central do Rio de Janeiro e por paradas não programadas de duas unidades de PP nos EUA. A margem Ebitda atingiu 22,6% no terceiro trimestre de 2017, ante 25,5% no segundo trimestre e 25% em igual intervalo de 2016. A receita líquida de vendas somou R$ 12,162 bilhões, com alta de 2% tanto na comparação anual quanto na trimestral.

A geração livre de caixa foi de R$ 1,068 bilhão no terceiro trimestre deste ano, 6% superior ao trimestre imediatamente anterior, porém 54% inferior a igual período de 2016. O mercado brasileiro representou 54% da receita líquida do período de julho a setembro deste ano; as exportações a partir do Brasil, 19%; os Estados Unidos e a Europa, 20%; e o México, 7%.

Fonte: Agência Estado

Deixe um comentário