Resumo do dia: veja o que aconteceu hoje na política

LinkedIn

Saiba o que movimentou a política nacional hoje.

Saída do PSDB

O senador Aécio Neves declarou hoje que a saída do PSDB da base aliada do governo já está consolidada e que já é hora do partido focar em “um novo projeto”. “A força do PSDB sempre se deu na nossa unidade, na compreensão das nossas diferenças e no respeito entre cada um de nós. Precisamos resgatar isso no PSDB”, afirmou. Aécio também disse que a convenção do partido marcada para o dia 9 será voltada para as novas diretrizes da legenda e que a permanência de ministros no governo “já está superada”.

Cunha preso

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitou, por 2 votos a 1, o pedido de habeas corpus do ex-deputado Eduardo Cunha, sob o argumento que o Tribunal Regional da 4ª Região (TRF-4) ter confirmado a condenação na semana passada. Entre os ministros presentes sa Segunda Turma, Edson Fachin declarou que o ex-deputado deve permanecer preso, pois ainda há chances dele continuar realizando lavagem de dinheiro caso seja solto. No julgamento do TRF-4, a pena de Cunha foi reduzida para 14 anos e 6 meses.

PSDB para 2018

PSDB já emitiu o documento “Gente em primeiro lugar: o Brasil que queremos” para nortear a campanha presidencial de 2018. Entre os principais tópicos, a economia se destaca, com a defesa do capitalismo, das reformas tributárias e da Previdência, das privatizações e da meta de dobrar a renda per capita em 20 anos. As estratégias definidas para 2018 são: a retomada do crescimento; combater a pobreza e a desigualdade; oferecer oportunidades iguais; eliminar privilégios; prestar serviços públicos de qualidade, em especial educação, saúde e segurança; fortalecer a federação; e promover o desenvolvimento regional.

Afronta a Constituição

A defesa do ex-presidente Lula alegou que a decisão do TRF-4 de manter o bloqueio ao seus bens é uma “afronta a Constituição”. A Turma julgou de forma favorável pelo bloqueio de R$ 16 milhões em bens do ex-presidente, resultado a condenação pela  13ª Vara Federal de Curitiba no caso do apartamento tríplex.

Deixe um comentário