Boa noite, Investidor! 15 de janeiro de 2018

LinkedIn

Confira o que aconteceu depois da abertura do mercado hoje.

Para mais informações sobre o que foi notícia antes da abertura da Bolsa, confira o nosso Bom dia, Investidor!

Destaques Corporativos 

Banco Inter – Segundo informações da Reuters, o Banco Inter entrou em contato com outros bancos para dar início a sua oferta pública de capital (IPO) no segundo trimestre. De acordo com a fonte da agência de notícias, as instituições financeiras contatadas são:  Bradesco, Morgan Stanley, Citigroup e Banco do Brasil.

Oi (OIBR3)(OIBR4) – Oi vai começar a fazer um levantamento dos seus bens dentro e fora do país para vendê-los, a fim de retomar o seu crescimento. Uma consultoria também será contratada para reestruturar e colocar em prática o projeto de expansão.

JBS (JBSS3) – Seara, uma das marcas da JBS, elevou em 87% o volume e as vendas de frangos sem antibióticos, hormônios e conservantes. A expectativa é dobrar essa linha, a qual já conta com 18 produtos.

Engie (EGIE3) – A Engie espera acelerar o seu crescimento nos lucros em 2018, após ter tido uma lata de 5% no ano passado. A  meta de desinvestir 15 bilhões em ativos de combustíveis já está quase concluída e a CEO da empresa, Isabelle Kocher, assegurou que o objetivo agora é aprofundar parcerias em setores mais sustentáveis, especialmente na África.

Odebrecht Óleo – Odebrecht Óleo alterou seu nome para Ocyan, para se distanciar da controladora Odebrecht e dos casos de corrupção que envolvem a empresa. Junto com a mudança de nome, a Ocyan pretende passar por um processo de desalavancagem e atrair novos sócios. Porém, a previsão é que a receita líquida da companhia só volte a crescer a partir de 2020.

Vale (VALE3) – A Justiça Federal condenou a Vale a reparar os danos ambientais causados no território quilombola em Moju, no Pará. As linhas de transmissão de energia e o mineroduto de bauxita da empresa teriam causado o assoreamento de rios e igarapés e empobrecido o solo do reserva.

CSN (CSNA3) – A Justiça Federal recusou o pedido do Ministério Público Federal (MPF) para suspender a licença ambiental provisória de uma das usinas da CSN no Rio de Janeiro. O Instituto Estadual do Ambiente questiona a emissão de gases na fábrica. No começo de dezembro, a CSN informou que havia obtido uma licença provisória de 180 dias para resolver a questão com as autoridades do RJ e continuar atuando.

Gol (GOLL4) – Gol anunciou que voltará a ter voos diretos para a Flóridas, nos Estados Unidos, de Brasília e Fortaleza, a partir de novembro deste ano.

Recomendações

Guide Investimentos – A carteira semanal da Guide conta com Ambev (ABEV3), BC Office Fund (BRCR11), Braskem (BRKM5), Ecorodovias (ECOR3) e Smiles (SMLS3). Leia mais.

Spinelli – Para esta semana, a Spinelli indicou São Martinho (SMTO3), Equatorial (EQTL3), JBS (JBSS3), Smiles (SMLS3) e Tenda (TEND3). Leia mais.

Socopa – Socopa recomendou BRF (BRFS3), Petrobras (PETR4), Itaú Unibanco (ITUB4), Cielo (CIEL3), Santander (SANB11), Guararapes (GUAR3), Ecorodovias (ECOR3), Sabesp (SBSP3), Pão de Açúcar (PCAR4Raia Drogasil (RADL3na sua carteira recomendada desta semana. Leia Mais.

Magliano – Para esta semana, a carteira recomendada da Magliano conta com Energias do Brasil (ENBR3), Santander (SANB11), Odontoprev (ODPV3), Pão de Açúcar (PCAR4) e Ecorodovias (ECOR3). Leia Mais.

Bennford Research – A  Benndorf Research indicou aos seus clientes esta semana a entrada da Braskem (BRKM5), Fibria (FIBR3Hering (HGTX3) na sua carteira recomendada. Leia Mais.

Notícias

IBC-Br – O Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) avançou 0,49% em novembro quando comparado com outubro, na série com ajuste sazonal. Em relação ao mesmo período de 2016, a alta foi de 2,83%, na série sem ajustes sazonais.

Balança Comercial – As exportações nessa semana somaram US$ 4,120 bilhões e as importações US$ 3,138 bilhões. O superávit é de US$ 983 milhões.

Bovespa – Ibovespa atingiu a nova marca histórica de 79.752,38 pontos.

Moody’s – A agência classificadora de risco Moody’s disse que a tentativa do presidente Michel Temer de flexibilizar a regra de ouro indica que a situação fiscal do país está cada vez mais difícil e que, caso o Congresso autorize, isso teria um impacto negativo na nota do Brasil.

Standard & Poor’s – O ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, disse que o rebaixamento do país pela agência de risco Standard & Poor’s (S&P) não impacta na tendência de votos dos parlamentares sobre a Reforma da Previdência, mesmo que o corte indique um futuro incerto sobre a economia nacional. “Na verdade não há como se negar que isso vem a corroborar o que o governo vem dizendo há um bom tempo. Sem que venhamos a aprovar uma modernização da nossa Previdência o Brasil tem poucas chances de viver um futuro de prosperidade e quase está condenado a um futuro de incerteza”, afirmou.

Serasa Experian – A atividade econômica subiu 2,1% em novembro de 2017, em comparação com o mesmo período do ano anterior. Segundo a Serasa Experian, isso significa que o PIB teria crescimento 1% em 2017.

 

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.