Impasse nos Estados Unidos; Mercado local aguarda julgamento de Lula

LinkedIn

Mercados Globais

Os mercados estão de olho no dólar, que enfraquece ante o euro e a libra. O impasse orçamentário nos Estados Unidos pesa sobre o câmbio e o índice para o dólar registra uma queda neste início de semana. O Senado dos EUA votará uma nova medida para extensão do teto da dívida às 15:00. Veja abaixo o índice para o dólar, mantendo o curso de desvalorização:

Em Wall Street, a agenda de indicadores econômicos segue sem muita relevância, exceto pelo índice de atividade nacional, a ser divulgado pelo Federal Reserve de Chicago às 11:30. Os futuros sinalizam uma abertura de leve queda, reflexo da cautela em meio ao clima de incerteza.

Na Europa, haverá o encontro do Eurogrupo, e o discurso do presidente do Banco Central Europeu — Mario Draghi — pode impactar o Euro ao longo do dia. Vale ressaltar que o BCE tomará uma decisão de política monetária na quinta-feira (25). Apesar do impasse que há no governo americano, as bolsas europeias registram leve alta, sem um grande volume de negócios; já as bolsas asiáticas encerraram seus negócios novamente no campo positivo. O índice para as bolsas asiáticas fechou em 0,3%. Xangai (+0,39%), Hong Kong (+0,43%) Bombaim (+0,81%), Singapura (+0,54%) e Tóquio (+0,03%).

Brasil

Mesmo sem um cenário externo favorável, o mercado local abriu em leve alta e os negócios são guiados, principalmente, pelas expectativas dos investidores em relação ao julgamento de Lula. Os juros futuros têm um viés de alta e os agentes digerem o discurso de Meirelles em Londres. O ministro da Fazenda continua a expressar confiança por onde passa, mesmo após o downgrade da agência S&P Gloabal. Quando perguntado sobre a alta dos juros nas principais economias, Meirelles disse estar preparado para lidar com um momento de menor liquidez. O noticiário corporativo também segue movimentando o mercado, como é o caso da Braskem, Eletrobrás e outras empresas.

Deixe um comentário