Mercados globais em queda; inflação nos EUA

LinkedIn

Mercados Globais

Dia de queda no exterior: as bolsas chinesas têm um pregão de realização, enquanto a bolsa de Tóquio registra a sua quarta queda consecutiva. O principal índice para a Ásia fechou em queda de 0,05%, já o índice europeu registra uma leve queda de 0,10%, oscilando entre altas e baixas. Os índices futuros dos EUA sinalizam uma abertura de queda ao passo que o dólar tem um dia de recuperação (veja o índice para o dólar).

Os mercados globais ficarão atentos aos indicadores das 11:30. Os dados da inflação americana continuam a preocupar — uma vez que não apresenta um curso definido em direção a meta do Fed —, o mercado espera que o núcleo do PCE venha inalterado em dezembro. Na quarta-feira, o mercado ficará de olho da despedida da Janet Yellen (presidente do Fed) e na sexta-feira, o payroll (principal indicador de emprego americano) será o destaque.

Brasil

O mercado local dá sinais de realização após um lucro acumulado de quase 12%. O exterior mais fraco também pressiona uma queda nesta segunda-feira. Esta semana será marcada pela divulgação de balanços de grandes empresas (veja algumas abaixo), e deve permanecer como o foco até que o mercado comece a olhar novamente para a aprovação da Previdência.

Ainda no cenário interno, o dólar (+0,34%) e os juros futuros (+0,69% para o DI Futuro 2021) registram alta e na agenda, os investidores aguardam o resultado primário do Governo Central às 14:30. O mercado espera que os números divulgados venham abaixo da meta fiscal, de déficit de R$ 159 bilhões.

Deixe um comentário