ANP já aprovou 14 empresas para leilão de blocos de petróleo

LinkedIn

Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) analisou e aprovou 14 empresas que haviam pedido para participar da próxima rodada de licitações de blocos exploratórios de óleo e gás, marcada para 29 de março. Se os 70 blocos ofertados forem vendidos sem ágio, o bônus arrecadado pelo governo seria de R$ 4,8 bilhões.

Dentre as empresas aprovadas em uma primeira etapa de avaliação estão Petrobras (PETR3) (PETR4), Exxon , Shell , Chevron , Repsol , BP, Rosneft , Total, Petronas, Parnaíba Gás Natural, QPI, Murphy, Premier Oil do Brasil e Cobra Brasil.

Apesar de haver a possibilidade de empresas terem se inscrito para ambas as modalidades, 17 companhias enviaram os formulários para participar do leilão dos blocos marítimos e cinco para os terrestres. O total ficou abaixo das 36 empresas inscritas para participar da rodada passada.

A 15ª Rodada vai ofertar blocos nas bacias sedimentares marítimas do Ceará, Potiguar, Sergipe-Alagoas, Campos e Santos e nas bacias terrestres do Parnaíba e do Paraná.

Deixe um comentário