PMI: Companhias da zona doe euro começaram 2018 com bom desempenho em mais de uma década

LinkedIn

As empresas da zona do euro começaram o ano aumentando as atividades na melhor velocidade em mais de um década, diante do crescimento das encomendas apenas das empresas terem elevado os preços pela taxa mais forte em quase sete anos, mostrou a pesquisa Índice de Gerentes de Compras (PMI) nesta segunda-feira (5).

O PMI Composto final do IHS Markit para a zona do euro aumentou 58,8 em janeiro de 58,1 em dezembro e ante preliminar de 58,6. O índice está agora no maior nível desde junho de 2006, superior da marca de 50 que separa crescimento de contratação.

O economista-chefe do IHS Markit, conta que a forte recuperação é também “generalizada”, o que aumenta o potencial para que o crescimento se torne mais sustentando uma vez que a procura aumenta na área de moeda única.

Na mesma linha, o subíndice que apura os preços cobrados avançou para 54,8 de 53,2 em dezembro, sendo o melhor patamar desde abril de 2011, e o que pode agradar o Banco Central Europeu, que diminuíram pela metade as compras de ativos em janeiro. A estimativa é de que o BCE finalize o programa de compras de ativos até o final de 2018.

O desenvolvimento foi impulsionado por uma forte alta no setor de serviços, cujo PMI foi a 58,0 em janeiro de 56,6, ultrapassando a preliminar de 57,6 e marcando a melhor leitura desde agosto de 2007.

*Com informações do Extra

Deixe um comentário