Ameaça de Trump de taxar importação de automóveis atinge BMW e Daimler

LinkedIn

Os investidores venderam ações da BMW e da Daimler nesta segunda-feira (5), depois que o presidente americano, Donald Trump, declarou que os Estados Unidos poderia taxas as importações de carros europeus se a União Europeia retaliar contra o plano de imposição de tarifas sobre alumínio e aço.

Os EUA são um grande comprador de carros esportivos, cupês e sedãs feitos pelas montadoras alemãs, como a Mercedes S-Class, da Daimler, e a Série 7 da BMW, e representa uma parte de seus lucros globais.

Os ativos da Daimler já sofriam pressão na semana passada por temores de que as tarifas de aço planejados por Trump poderiam atingir a rentabilidade do negócio de produção de caminhões nos EUA.

Com quadro, as ações da Daimler marcaram perdas de 0,06% depois de recuarem 1,89% na mínima da sessão. Na mesma linha, os papéis da BMW perderam 0,57%, após cair 2,56% durante a sessão.

Fonte: Reuters

Deixe um comentário