Boa noite, Investidor! 09 de março de 2018

LinkedIn

Confira o que aconteceu depois da abertura do mercado hoje.

Para mais informações sobre o que foi notícia antes da abertura da Bolsa, confira o nosso Bom dia, Investidor!

Destaques Corporativos

Equatorial (EQTL3) – O diretor financeiro da Equatorial, Eduardo Haiama, afirmou que a empresa fechou 2017 com R$ 4 bilhões em caixa para lidar com a eventual volatilidade eleitoral nos mercados e para aproveitar possíveis oportunidades de negócios, como os leilões das concessionárias da Eletrobras (ELET3)(ELET6).

JBS (JBSS3) – Uma fonte disse à Reuters que a JBS comprou 30 mil toneladas de milho da Argentina para serem entregues em Abril, no porto de Santa Catarina. Essa é a primeira importação do commodity feita pela empresa desde março de 2017 e foi realizada em meio à alta de preços nacionais e à retenção de vendas por parte dos produtores. A fonte também afirmou que outros carregamentos vindos da Argentina e dos Estados Unidos estão sendo negociados para Maio.

Petrobras (PETR3) (PETR4) – A Petrobras anunciou que está iniciando a venda total da sua participação nos campos de Piranema e Piranema Sul. Ambos os campos estão localizados em águas profundas na Bacia Sergipe-Alagoas, sendo que o primeiro está em produção e o segundo não está desenvolvido. Mais informações podem ser encontradas no site da Petrobras.

Prumo (PRML3) – Prumo reiterou hoje (09) que o valor oferecido pela oferta pública de aquisição (OPA) das ações em circulação da empresa é de R$ 11,50. A declaração é uma resposta à matéria do jornal O Estado de S. Paulo, sobre uma suposta pressão dos acionistas majoritários para tentar elevar o preço das ações para R$ 15,00.

MRV (MRVE3) – Executivos da companhia MRV disseram que a companhia vê com tranquilidade as contas do FGTS e a disponibilidade de recursos para financiamento do Minha Casa Minha Vida em 2018.

Via Varejo (VVAR11) – O controlador do Pão de Açúcar e CEO do Casino, Jean Charles Naouri, irá vender a Via Varejo apenas quando o preço das ações atingirem um bom valor.

Itaúsa (ITSA4) – A Itaúsa anunciou ter concedido ao HIG Brasil Partners exclusividade de negociações por 60 dias, para uma futura venda do controle acionário da Eleikeiroz.

Telefônica (VIVT4) – A Telefônica anunciou que desistiu de celebrar o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) “nas bases em que se encontra”. Em resposta, a Anatel alegou que irá aplicar as sanções previstas na legislação à empresa.

 

Recomendações

Via Varejo (VVAR11)/Benndorf Research – De acordo com a Benndorf, um sólido rompimento dos R$ 27,40 marca uma reversão positiva e uma compra para Via Varejo com alvo imediato nos R$ 28,70 e alvo secundário nos R$ 30,70”, explica o analista. O stop é nos R$ 25,00 e a recomendação é de aguardar por um fechamento acima dos R$ 27,40 antes de assumir posições mais agressivas.

Vale (VALE3)/Benndorf Research – Para quem está comprado, a recomendação é uma redução da exposição, com stop abaixo dos R$ 40,00. Já para quem procura novas compras, as opções são para “aguardar por uma reversão positiva nos R$35,00” ou “recorrer ao trading acima dos R$40,00”.

Terra Investimentos – Terra Investimentos emitiu um relatório alterando a sua carteira semanal para substituir os ativos da Lojas Americanas (LAME4) pelos da BR Malls (BRML3). O preço-alvo para a nova indicação é de $ 13,30, o que significa um potencial de valorização de 11%. A carteira Top 5 também conta com as recomendações para a CRR (CCRO3), Klabin (KLBN11), B3 (BVMF3) e Petrobras (PETR4).

Notícias

Petróleo do Pré-Sal – A produção futura de petróleo do pré-sal da União vai ser comercializada por meio de leilão em bolsa de valores, em São Paulo.

Aço e Alumínio – A Fiesp afirmou que o excesso de produção mundial de aço levou os EUA a sobretaxarem o produto e que serão necessárias negociações intensas para evitar uma guerra comercial. Já a Abal teme que a China acabe dominando o mercado de alumínio por ter uma produção mais barata.

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.