Semanário Bovespa: índice valoriza 1,17% atento ao cenário externo

LinkedIn

Nesta semana o Ibovespa valorizou 1,17% de olho nas pré-candidaturas para a eleição presidencial, em outubro. No começo da semana, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva teve seu recurso negado pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) no processo do triplex em Guarujá (SP). Em caravana pelo sul do país na terça-feira(26), dois ônibus do petista foram alvos de dois tiros, além de terem os pneus furados.

Na quinta-feira (28), O indicador teve alta de 1,78%, cotado a 85.365,56 pontos.

Após 21 pregões em março, o índice valorizou 0,1%. Já se foram 10 fechamentos positivos contra 11 negativos. Em fevereiro, o indicador fechou com  85.353,59 pontos.

Já no comparativo com 2017, após 60 pregões, o Ibovespa subiu 11,73%. Já foram 35 fechamentos positivos contra 25 negativos. Ano passado, o índice fechou com 76.402,08 pontos.

Resumo da Semana

Na segunda-feira (26), o Ibovespa subiu 0,84%, cotado a 85.087,86 pontos. No dia seguinte, ele recuou 1,50%, cotado a 83.808,06 pontos.

No meio da semana, o indicador ampliou 0,8%, cotado a 83.874,13 pontos.  Na quinta-feira (29),  a bolsa paulista subiu 1,78%, cotado a 85.365,56 pontos.

 

Deixe um comentário