Maia sinaliza corte salário de deputados em obstrução após a prisão de Lula

LinkedIn

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, ameaçou nesta quarta-feira (25) cortar o salário dos deputados da oposição que estão envolvidos em obstrução e tentam impedir o andamento dos trabalhos na Casa após a prisão do ex-presidente Lula.

No começo da sessão de ontem, Maia anunciou que todas as votações terão efeito administrativo e que poderá rever sua decisão sobre a validade da presença no plenário dos deputados e partidos que estão em obstrução.

Obstrução

Obstrução é um recurso previsto no regimento da Câmara usado por parlamentares em algumas ocasiões para impedir o prosseguimento dos trabalhos.

O líder informa que o partido vai assumir a medida, o que faz com a presença dos deputados da bancada deixe de ser registrada,  impactando o quorun para votações.

Fonte: UOL

Deixe um comentário