Bom dia, Investidor! 25 de maio de 2018

LinkedIn

Esse é o Bom Dia, Investidor, com tudo o que você precisa saber antes da Bolsa abrir! 

Para saber o que aconteceu ontem após o fechamento do mercado, confira o nosso Boa noite, Investidor!

Pré Market

Governo e Petrobras vêm sofrendo pressão dos caminhoneiros para cortar os impostos sobre o diesel e o preço do combustível. A petrolífera já cedeu, congelando o litro 10% mais barato nas refinarias agora por 30 dias, ao passo que as trapalhadas do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, no cálculo do impacto nas contas públicas da isenção de um dos tributos adiou para hoje a votação do projeto no Senado, por meio de uma tramitação especial.

Com isso, a paralisação organizada por motoristas autônomos e engrossada por caminhoneiros de frota pode ser suspensa por 15 dias, após um acordo firmado depois de mais de 6 horas de reunião. Mas os quatro dias de protestos instauraram o caos no país, provocando desabastecimento e afetando diversos setores econômicos, além da segurança pública.

Afinal, em um país que depende fortemente de rodovias para transportar bens e produtos, é muito fácil parar o Brasil. Essa fragilidade fica evidente diante da estratégia adotada pelos grevistas. Ao longo dos últimos dias, foram feitos bloqueios em pontos vitais, como a saída de refinarias da Petrobras e a entrada do porto de Santos, dificultando o escoamento de mercadorias.

Tal articulação leva a crer que a paralisação foi determinada por empresas transportadoras, que viram na organização das manifestações a possibilidade de atacar em três frentes: corte de impostos, mudança na política de preços da Petrobras e a intenção de truncar o processo eleitoral.

Há quem diga, com isso, que não se trata de uma greve, mas de um locaute. O termo tem origem em um vocábulo da língua inglesa (“lockout”) e se refere a uma  paralisação de empresas promovida pelos próprios patrões. Trata-se de algo proibido pela legislação brasileira.

Leia: Pré-Market: Mercado mira econômica e vê país desgovernado

Destaques Corporativos 

Petrobras (BOV:PETR4): As ações da Petrobras encerraram o pregão desta quinta-feira (24) com queda de 13,71% (PN) e 14,55% (ON). Com isso, a petrolífera perdeu, apenas em um dia, mais de R$ 47,2 bilhões em valor de mercado.

Itaú (BOV:ITUB4): O banco Itaú propôs o desdobramento de 50% das suas ações escriturais ordinárias e preferenciais. Como consequência, os acionistas receberão 1 nova ação para cada 2 ações da mesma espécie de que forem titulares.

Cemig (BOV:CMIG4): Em esclarecimento à Comissão de Valores Mobiliários e à B3, a Cemig informou que não tomou nenhum tipo de decisão referente à captação de recursos, mas a empresa permanece avaliando alternativas para melhorar sua estrutura de capital.

Itausa (BOV:ITSA4): A Itaúsa anunciou bonificação aos acionistas de 10% em ações preferenciais. A companhia irá emitir 764.927.089 novas PNs que serão atribuídas gratuitamente aos acionistas, na proporção de 1 ação preferencial nova para cada 10 detidas. O beneficio irá contemplar a posição acionária do dia 30 de maio.

Randon (BOV:RAPT4): Após o pregão desta quinta-feira (24), a Randon informou que em consequência da greve dos caminhoneiros, a empresa está tomando as medidas necessárias para adequar suas operações a esse cenário. Em comunicado, a empresa afirmou que a empresa deve reduzir e/ou suspender temporariamente sua produção devido à dificuldade no transporte e no recebimento de cargas utilizadas para a fabricação de seus produtos.

Eletrobras (BOV:ELET6): O atual presidente da Thymos Energia, João Carlos de Oliveira Mello, estima que o custo para a Eletrobras caso não ocorra a privatização das seus distribuidoras federalizadas, seja de R$ 25 bilhões.

Recomendações de ativos

(BOV:SUZB3) (BOV:KLBN11): Os analistas do BTG Pactual reiteraram a recomendação de compra para os papéis da Suzano e Klabin.

Fras-le (BOV:FRAS3): A Safra Corretora iniciou a cobertura da Fras-le com recomendação outperform e preço-alvo de R$ 7.

Petrobras (BOV:PETR4): A equipe de analise do BB Investimentos reiterou a recomendação market perform para a Petrobras, com preço-alvo de R$ 23,50.

BB Seguridade (BOV:BBSE3): O UBS elevou a recomendação do papel para compra e revisou para cima o preço-alvo da ação, passando de R$ 30 para R$ 33.

Gol (BOV:GOLL4): A equipe do UBS reduziu o preço-alvo da Gol de R$ 18,5 para R$ 16,7 pela pressão cambial e preços dos combustíveis.

Notícias

Greve: Os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes e Celso de Mello, fizeram críticas à paralisação nacional dos caminhoneiros durante a a sessão desta tarde (24). Eles não perceberam que o microfone estava ligado enquanto conversavam.

O vazamento do diálogo ocorreu durante uma votação na qual a Corte decidiu sobre a recondução da ministra Rosa Weber para o cargo de ministra efetiva do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Enquanto os demais ministros votaram sobre a questão, Mendes iniciou a conversa com Celso, mas não percebeu que o microfone estava ligado.

Agenda Econômica

CapturadeTela2018-05-25às09.13.51

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.