Bovespa fecha em queda com impacto na cena corporativa

LinkedIn

O Ibovespa encerrou mais uma sessão em queda, em dia de resultados negativos no setor corporativo.

O indicador teve queda de 1,49%, cotado a 83.288,14 pontos. Os papéis da Ultrapar (UGPA3caíram 10,16%, os da Cielo (CIEL3recuaram 6,92% e os da Petrobras (PETR3) reduziram 1,06%.

Após 2 pregões em maio, o índice desvalorizou 3,28%. Não houve fechamento positivo apenas 2 negativos. Em abril, o indicador fechou com 86.115,50 pontos.

Já no comparativo com 2017, após 83 pregões, o Ibovespa subiu 9,01%. Já foram 45 fechamentos positivos contra 38 negativos. Ano passado, o índice fechou com 76.402,08 pontos.

Influências

Os investidores permaneceram o pregão atentos ao cenário corporativo diante dos baixos resultados apresentado nos balanços da companhias neste ano. Além disso, o mercado também segue acompanhando o noticiário político em meio a indefinição nas eleições de outubro.

O ministro Dias Toffoli, do (STF), rejeitou hoje o pedido dos advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para suspender na Justiça Federal do Paraná processo contra o petista sobre a reforma de um sítio em Atibaia (SP).

Ativos Reais que rendem de 15% a 20%. Até agora, essas chances eram restritas a investidores milionários e institucionais.

Deixe um comentário