Neon Pagamentos fecha acordo com Votorantim para substituir Banco Neon, que foi liquidado

LinkedIn

O Banco Votorantim e a Neon Pagamentos informaram hoje (07) que fecharam uma parceria estratégica para que o banco assuma os serviços de custódia e movimentação das contas de pagamento da fintech. Na sexta-feira, o Banco Central (BC) decretou a liquidação do Banco Neon, que prestava esses serviços, e que, apesar do nome, não tinha participação na Neon Pagamentos.

A liquidação, porém, interrompeu diversos serviços da empresa digital que dependiam de uma instituição financeira. Segundo a Neon, o Banco Votorantim “vai trabalhar em conjunto com a fintech Neon para o restabelecimento integral de todas as suas atividades o mais rápido possível”.

O Banco Neon, com sede em Belo Horizonte, foi liquidado pelo BC por conta de operações irregulares e falta de capital.

“Estamos confiantes que a parceria com a Neon, uma das fintechs mais inovadoras na reinvenção da experiência em serviços financeiros, é mais um importante passo em nossa estratégia de diversificação de negócios e transformação digital”, disse Gabriel Ferreira, diretor do Banco Votorantim, em comunicado distribuído pela Neon.

“Não poderíamos ter encontrado melhor parceiro, já que o Banco Votorantim é uma instituição sólida, ágil e em plena transformação digital”, diz Pedro Conrade, fundador e presidente da Neon Pagamentos. Segundo ele, a Neon segue de forma independente, contando com o suporte do Banco Votorantim.

Empresa surgiu em 2016 

Lançada em 2016, a Neon nasceu com o objetivo de “simplificar a forma como as pessoas se relacionam com seu dinheiro”. Ela atua sem agência física e, para abrir uma conta, basta o cliente baixar o aplicativo com os sistemas Android ou IOS com câmera fontal, ter mais de 18 anos e um CPF válido.

Já o Banco Votorantim é o sexto maior banco privado brasileiro em ativos. Ele é uma sociedade entre o Banco do Brasil e o Grupo Votorantim – um dos maiores conglomerados privados da América Latina.

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.