Subsídio ao diesel e redução dos impostos são ruins para crédito brasileiro, diz Moody's

LinkedIn

A Moody’s, agência de classificação de risco, anunciou nesta terça-feira (29) que a perda da receita em relação ao programa de subsídio e ao corte de impostos negociado entre o governo e os caminhoneiros é um péssimo sinal para o crédito soberano brasileiro.

De acordo com a nota formulada pela vice-presidente e analista sênior da Moody’s, Samar Maziad, “a agência espera que o impacto fiscal, incluindo as medidas compensatórias, seja de certa maneira limitado ao que resta de 2018, um programa de subsídios ao diesel aumentará a rigidez orçamentária e pode enfraquecer ainda mais as perspectivas fiscais de curto e médio prazo do país”.

Atualmente, o rating soberano do país e identificado pela sigla “Ba2”.

Fonte: Broadcast

Deixe um comentário