Temer alega não ver risco de intervenção militar por conta da greve

LinkedIn

“Não há risco de intervenção militar devido a paralisação dos caminhoneiros”, disse o presidente Michel Temer, nesta terça-feira (29).

Durante uma entrevista com jornalistas estrangeiros, o governo ressaltou que apesar de alguns manifestantes defenderem um golpe militar para retirar o governo, o quadro é desconhecido por ele.

Além disso, Temer afirmou que a redução do preço do óleo diesel anunciada pelo governo por parte das medidas para amenizar a greve, não irá reverter as reformas praticadas pela Petrobras (BOV:PETR4).

Fonte: Reuters

Deixe um comentário