Bom dia, Investidor! 20 de junho de 2018

LinkedIn

Esse é o Bom Dia, Investidor, com tudo o que você precisa saber antes da Bolsa abrir! 

Para saber o que aconteceu ontem após o fechamento do mercado, confira o nosso Boa noite, Investidor!

Pré Market

O mercado financeiro atenua a tensão entre Estados Unidos e China, escondendo a preocupação com o impacto da guerra comercial no crescimento global e nas restrições à troca internacional de produtos. O cenário externo amanhece mais amigável e esse ambiente pacificado pode ajudar o Banco Central, neste dia de decisão sobre a taxa básica de juros.

O Comitê de Política Monetária (Copom) anuncia o patamar da Selic por volta das 18h e, após o alívio nos negócios locais ontem, a aposta majoritária é de que o juro básico permanecerá no piso histórico de 6,50% pela segunda vez seguida. O mercado doméstico teve um dia de caça às pechinchas, após as duras perdas.

A Bolsa brasileira teve a maior alta diária em quatro meses, ao passo que o dólar fechou de lado, no primeiro dia sem intervenção do BC via leilão de swap cambial desde o anúncio do lote extra. Aparentemente, a autoridade monetária venceu a batalha…

O foco do investidor fica, então, concentrado no comunicado da decisão do Copom hoje à noite, em buscas de pistas sobre os próximos passos. Com isso, a reação do mercado doméstico fica adiada para amanhã, o que desloca o radar para o cenário externo.

Lá fora, a percepção é de que a China não pode ir de igual para igual em uma guerra tarifária contra os EUA, simplesmente porque a segunda maior economia do mundo não compra tantos produtos feitos na América. Mas Pequim tem outras ferramentas.

Leia: Pré-Market: Mercado mitiga riscos em dia de Copom

Destaques Corporativos 

Kroton (BOV:KROT3): A Somos Educação, vendida para a Kroton, fechou a aquisição da Escola Santi (ex Santo Inácio), localizada em São Paulo. Segundo a empresa, o valor da aquisição gira entre R$ 35 e R$ 40 milhões.

Cesp (BOV:CESP6): O mercado financeiro está repleto de incertezas sobre à privatização da estatal paulista Cesp. Em relatório enviado a clientes, a XP Investimentos levantou dúvidas sobre a conclusão do processo ainda neste ano.

NotreDame (BOV:GNDI3): A NotreDame Intermédica anunciou a aquisição de 90% do Grupo Samed, operadora de planos de saúde odontológico, com rede na região do Alto Tietê, em São Paulo.

Randon (BOV:RAPT4): Em comunicado enviado ao mercado, a Randon informou que a sua receita líquida consolidada atingiu R$ 288,7 milhões durante o mês de maio. O valor representa a uma alta de 17,5% na base anual.

PagSeguro (NYSE:PAGS): A nova oferta de ações da PagSeguro, que foi anunciada nesta terça-feira (19) e será precificada nesta quinta (21), surpreendeu os analistas e investidores e fez as ações da empresa derreterem. Na bolsa de Nova York, o papel caiu 17%.

Oi (BOV:OIBR4): O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), deferiu o pedido da Oi pelo não conhecimento da operação de aumento de capital da empresa, na forma que está prevista no plano de recuperação judicial, já aprovado pelos credores e homologado pela Justiça.

Embraer (BOV:EMBR3): A presidente da Boeing na América Latina, Donna Hrinak, afirmou ao mercado que as negociações entre a fabricante americana e a Embraer “estão progredindo” e passam por um bom momento. Entretanto, a executiva ainda não determinou prazo para a operação ser completamente definida.

Petrobras (BOV:PETR4): O governo fechou um texto para o projeto de lei que autoriza a Petrobras a vender o direito de exploração de até 70% dos campos da cessão onerosa do pré-sal na bacia de Santos. A votação está prevista para acontecer hoje na Câmara dos Deputados.

Recomendação de Ativos

Suzano (BOV:SUZB3): O Itaú BBA recomenda ao investidor, a compra dos ativos da Suzano. O preço-alvo foi elevado para R$ 61.

Vale (BOV:VALE3): O banco HSBC cortou o preço-alvo da ADR da Vale, passando de US$ 18 para US$ 17,5. A recomendação de compra foi mantida no papel.

Lojas Renner (BOV:LREN3): A recomendação da Lojas Renner foi elevada de market perform para outperform pela equipe do Itaú BBA. O preço-alvo para 2019 foi estabelecido em R$ 37.

Notícias

Minério de Ferro: Os contratos futuros de minério de ferro, negociados na Bolsa de Dalian, na China, encerraram a jornada desta quarta-feira (20) com queda de 0,44% a 453 iuanes por tonelada.

Agenda Econômica

CapturadeTela2018-06-20às09.22.51

Fique por dentro:

Aviso ao acionista: Confira as principais empresas que pagarão dividendos e juros sobre capital próprio nos próximos dias. 

Deixe um comentário