Planner adiciona ARZZ3, BBDC4, ITSA4 e RADL3 na sua carteira mensal

LinkedIn

A Planner divulgou nesta sexta-feira (01) que para o mês de junho seu portfólio recebe a entrada dos ativos da Arezzo (ARZZ3), Bradesco (BBDC4), Itausa (ITSA4) e RD (RADL3).

Em relatório, a corretora contou que decidiu incluir a Arezzo devido a sua forte valorização de 18,4% no mês anterior, além do seu desempenho no 1T18 ficar dentro da expectativa dos analistas. Ele ainda destaca que o resultado no primeiro trimestre das empresas é sempre fraco, mas no caso da Arezzo a cena foi satisfatória, com um caixa confortável de R$ 161,2 milhões no final de março.

O Bradesco também foi incluso no portfólio. Para a corretora, a entrada dos ativos na carteira reflete as boas perspectivas do resultado aliado a desvalorização de suas ações em maio. Além do resultado do 1º trimestre vir em linha com o esperado pelos analistas, seu lucro veio 10% acima do registrado no mesmo período do ano anterior. Prevendo o cenário da instituição financeiro neste ano, a Planner revela que os dados devem refletir a uma melhor margem financeira líquida sensibilizada pela forte queda da PDD, somado ao crescimento das receitas de serviços e da leve queda das Despesas Administrativas e de Pessoal.

Na sequencia está a posição da Itaúsa, onde os analistas afirmam que a volta dos ativos da empresa é atribuída a operação de arbitragem entre a Itaúsa e sua controlada, o Itaú Unibanco. Além do mais, suas ações serão negociadas “ex” bonificação de 10% em ações PN.

A última inclusão, foram os papéis da Raia Drogasil. Neste caso, a Planner revela que inseriu o ativo enxergando uma boa oportunidade na ação que registrou queda de 9,5% em maio e que os números trazidos no 1T18 não justificam o déficit.

Além disso, a corretora conta que decidiu manter os papéis da Braskem (BRKM5), Cosan (CSAN3), Grendene (GRND3), Klabin (KLBN11) e Ultrapar (UGPA3). Em contrapartida, ela optou por retirar os ativos do Itaú Unibanco (ITUB4), MRV Engenharia (MRVE3), Multiplan (MULT3) e Taesa (TAEE11), onde a saída de ambos, ela aponta para um “desconcerto”.

CapturadeTela2018-06-01às15.11.48

Carteira de Dividendos

Neste mês, a Planner manteve os ativos da Grendene (GRND3), e incluiu os da Ambev (ABEV3), Bradesco (BBDC4), Copel (CPLE6) e RD (RADL3). Por outro lado, ela optou por retirar os papéis da Cosan (CSAN3), Klabin (KLBN11), MRV Engenharia (MRVE3) e Taesa (TAEE11).

CapturadeTela2018-06-01às15.05.17

Deixe um comentário