Petrobras já importa diesel para compensar parada da Replan, diz executivo

LinkedIn

A Petrobras (BOV:PETR4) já começou a importar diesel e querosene de aviação para compensar a parada da Refinaria de Paulínia (Replan), após explosão na segunda-feira da semana passada, disse o gerente-executivo de logística da estatal, Claudio Mastella, durante evento no Rio de Janeiro nesta segunda-feira.

O executivo da Petrobras disse que a empresa deve importar seis cargas no curto prazo, sendo uma de querosene de aviação e cinco de diesel. Cada carga de diesel é composta por cerca de 300 mil barris.

“Isso é para repor os estoques e, mais pra frente, dependendo da refinaria, podemos importar mais”, disse ele a jornalistas. Além disso, o executivo afirmou também que acredita que a estatal retome as atividades da refinaria ainda nesta semana.

O diretor-geral da ANP, Décio Oddone, declarou no mesmo evento que espera que a refinaria possa ser liberada “esta semana”.

Deixe um comentário