Com queda de 37,5% no lucro, ações da Smiles operam com desvalorização na bolsa

LinkedIn

Investing.com – Na sessão desta quarta-feira, após a divulgação do resultado do terceiro trimestre, as ações da Smiles (BOV:SMLS3) operam em queda de 1,19% a R$ 37,35, depois da companhia informar que registrou lucro líquido de R$ 212,1 milhões, queda de 37,5% em relação ao mesmo período do ano passado

Para o BTG Pactual, os números da Smiles mostraram um forte crescimento no faturamento, de 17,6% na base anual, para R$ 588 milhões, ficando 0,5% acima do esperado pelos analistas do banco. Já receita bruta pro-forma (de acordo com os antigos padrões contábeis) foi de R$ 591 milhões, avançando 21% na comparação com o mesmo trimestre do ano passado, 4% acima do esperado pelos analistas. Já o lucro líquido ficou 1,5% abaixo do esperado pelo BTG.

A Coinvalores destaca que a companhia entregou um sólido resultado nesse trimestre com bom avanço tanto no acúmulo quanto no resgate de milhas, o que levou a uma expansão de 21,1% na receita líquida na comparação com o mesmo trimestre do ano anterior. As margens seguiram saudáveis. Para os analistas, o bom resultado é importante já que pode fortalecer a posição dos minoritários da companhia nas negociações com a Gol para a incorporação que será realizada pelo controlador.

Resultado

A Smiles Fidelidade teve lucro líquido de 212,1 milhões de reais no terceiro trimestre deste ano, queda de 37,5% em relação ao mesmo período do ano passado, disse a empresa de programas de fidelidade nesta quarta-feira.

Desconsiderando efeitos extraordinários, o lucro líquido foi de 153,5 milhões de reais no período de julho a setembro, alta de 4,8% em relação ao mesmo trimestre do ano passado.

O resultado operacional medido pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) avançou 41,9% na comparação anual, para 231,3 milhões de reais. A margem Ebitda subiu 12,9 pontos percentuais, para 87,8%, no mesmo período.

Deixe um comentário