Com desistência de IPO da área de cartões, Banrisul opera com leve alta

LinkedIn

Investing.com – O Banco do Estado do Rio Grande do Sul (Banrisul (BOV:BRSR6)) comunicou ao mercado que desistiu de realizar oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês), do seu braço de cartões de crédito, o Banrisul Cartões. Diante da notícia, mesmo em dia negativo, as ações avançam 0,15% a R$ 20,14.

No fato relevante, o banco gaúcho informa que a decisão foi motivada diante das condições do mercado de capitais e do prazo legal para interrupção da análise do pedido de registro da oferta, que se encerrou na última segunda- feira (19).

Devido à desistência, e considerando o processo de redução de capital, o banco informou que fará pagamento aos acionistas, como restituição de parte do valor de suas ações, no valor global de cerca de R$ 353,281 milhões.

Com isso, serão beneficiados os investidores que estiverem posicionados com os ativos no dia 22 de novembro de 2018, passando as ações a serem negociadas “ex-direito” a partir de 23 de novembro. O pagamento ocorrerá no dia 30 de novembro e o valor unitário será de R$ 0,86382146 por ação ON, R$ 0,86382146 por ação PNA e R$ 0,86382146 por ação PNB. o que representa um yield de 4,3% em relação ao fechamento da última segunda.

Na visão da Mirae Aseet, era esperada a venda/IPO como meta de ajudar nas contas do governo do Rio Grande do Sul. Todavia, o pagamento de dividendos já mostra essa intenção. A corretora espera que com a posse do novo governo e melhores condições de mercado, volte a ocorrer a venda da unidade de cartões ou o IPO. A recomendação segue de compra com upside de 8%.

Em junho, o Banrisul anunciou o cancelamento do IPO de sua unidade de cartões, citando as então condições do mercado de capitais, mantendo o pedido de registro de companhia aberta categoria “A” da Banrisul Cartões .

O Banrisul tinha anunciado em 25 de maio o pedido de IPO da área de cartões, em uma operação coordenada pelo próprio banco e pelo BTG Pactual.

O movimento da Banrisul Cartões ocorreu num momento de rápida deterioração do entusiasmo dos investidores com ações brasileiras, diante de um ano de eleição presidencial e de dados decepcionantes de atividade econômica.

Na mesma época, cancelaram IPOs empresas como Ri Happy, Liquigás, Algar Telecom e Multilaser.

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.