Banco Santander fecha sua empresa de remessas e agora usa Blockchain Ripple

LinkedIn

A empresa Latinoenvíos começou em 1994 e foi renomeada em 2009 como Santander Envíos. Agora em 2019 foi totalmente fechada e o serviço operacional será One Pay, que opera com a Ripple.

O portal de notícias expansion, destacou que este o serviço de remessa do Santander Envios será substituído pela prestação do mesmo serviço de remessas através das soluções ‘One pay’, o primeiro produto desenvolvido com a tecnologia Blockchain comercialmente lançado pelo banco Santander no ano passado.

A empresa de remessa criada em 1994 como Latinoenvíos e foi renomeada em 2009 como Santander Envíos. Facilitou as transferências de dinheiro para mais de 25 países na América, África e Europa. Em alguns casos recebeu apoiao, , de bancos nacionais e outras entidades correspondentes nos diferentes países que receberam as remessas.

O site expansión indicou que a empresa recebeu grande notoriedade quando permitiu que os envios bancários fossem feitos a partir de qualquer caixa eletrônico da rede 4B. Essa decisão abriu quase 12,4 mil caixas eletrônicos para os clientes e possibilitou o envio de dinheiro em um horário amplo: das 8h30 às 22h30, sem as limitações dos horários das agências.

Especialmente, os migrantes usaram muito esse serviço para enviar remessas para suas famílias. Muitos outros bancos espanhóis tiveram ofertas semelhantes. No entanto, a Expansión explicou que a prestação tradicional do serviço de remessas diminuiu em favor de aplicativos ou plataformas digitais, o que diminuiu os prazos de entrega.

One Pay

É o caminho que o Santander também adotou, reforçado com o One Pay FX , solução que permite que o envio de dinheiro chegue rapidamente ao seu destino. Baseado na tecnologia Blockchain da Ripple ,  foi lançado simultâneamente na Espanha, no Reino Unido, no Brasil e na Polônia.

O projeto, aparentemente , foi um sucesso e levou o banco à decisão de liquidar Latinoenvíos (renomeado Santander Envíos ), cujo fechamento foi formalizado em 19 de dezembro, segundo informações do Registro Mercantil.

Segundo dados do Eurostat analisados ​​pela Expansión, a  Espanha superou em 2017 o Reino Unido como o segundo país em volume de remessas transferidas para o exterior. O envio de moeda estrangeira dos habitantes da Espanha para o exterior ultrapassou 7,3 bilhões de euros (mais de US $ 8.300 milhões) durante aquele ano.

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.