ADVFN Logo ADVFN

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Hot Features

Registration Strip Icon for default Cadastre-se gratuitamente para obter cotações em tempo real, gráficos interativos, fluxo de opções ao vivo e muito mais.

Gigantes financeiros como Goldman Sachs e BNY Mellon testam rede blockchain em experimento de grande escala

LinkedIn

Goldman Sachs Group Inc. (NYSE:GS), BNY Mellon (BOV:BONY34), Cboe Global Markets, e uma série de outras entidades concluíram uma extensa fase de testes em uma inovadora rede blockchain denominada Canton Network, desenvolvida pela Digital Asset Holdings. Esta rede interconecta diversas instituições bancárias e financeiras, representando um dos mais ambiciosos projetos piloto já realizados no âmbito dos mercados de capitais.

Lançada em maio pelo startup Digital Asset Holdings, a Canton Network viu os participantes efetuarem mais de 350 transações simuladas utilizando a tecnologia blockchain para uma variedade de aplicações, incluindo ativos tokenizados, registros de fundos, moedas digitais, operações de recompra, empréstimos de títulos e gestão de margens. O objetivo central desses testes é investigar as vantagens que a tecnologia blockchain pode trazer, como a minimização de riscos associados a contrapartes e liquidações, além da otimização de capital.

Eric Saraniecki, cofundador e líder de iniciativas estratégicas na Digital Asset, destacou a importância deste teste ao afirmar que esta foi a primeira ocasião em que se conseguiu demonstrar a interconexão de diversas aplicações em transações sincronizadas de maneira coordenada.

O teste piloto agregou uma vasta gama de agentes do mercado, incluindo 15 gestores de ativos, 13 bancos, quatro custodiantes e três bolsas, bem como a empresa emissora de stablecoin Paxos Trust Co., abrangendo nomes notáveis como abrdn, BNP Paribas, DTCC, DRW, IEX, Nomura, Northern Trust, Standard Chartered, State Street e Visa Inc.

Yuval Rooz, CEO e cofundador da Digital Asset, antecipa que futuras aplicações da rede se concentrarão na movimentação de garantias dentro deste ecossistema, permitindo operações em tempo real 24/7. Além disso, existe um interesse crescente por parte dos participantes em explorar a rede para fundos privados e emissões de renda fixa.

Este experimento ressalta o crescente interesse das instituições financeiras em adotar a tecnologia blockchain para aplicações práticas, após uma década de experimentações. A implementação da blockchain no sistema financeiro ainda enfrenta desafios, especialmente no que diz respeito à adaptação e à compatibilidade com os sistemas tradicionais em grande escala.

Um dos grandes avanços da rede Canton, segundo Saraniecki, é sua capacidade de conectar diversos sistemas blockchain mantidos por diferentes organizações, preservando a privacidade e o controle de cada participante. Ele compara a estrutura da Canton à Internet, onde cada aplicação blockchain funciona como um “site”, permitindo atualizações simultâneas, mas restritas a usuários autorizados.

Embora os testes tenham sido realizados com transações simuladas, Saraniecki afirma que a rede Canton não demanda alterações regulatórias para a integração de ativos. O Goldman Sachs (BOV:GSGI34) já utilizou a Canton para desenvolver sua Plataforma de Ativos Digitais, que facilita a emissão de ativos em blockchain, empregando a linguagem de programação Daml.

A Digital Asset também colaborou com a principal operadora de câmbio da Austrália, ASX, em um projeto para substituir seu sistema de liquidação e compensação por uma solução baseada em blockchain, que foi posteriormente pausado.

Deixe um comentário