Pesquisa XP/Ipespe mostra maior apoio à reforma da Previdência e inclusão de militares

LinkedIn

A terceira pesquisa mensal XP Ipespe mostra que cresceu a percepção da necessidade de uma reforma da Previdência entre a população, informou hoje a corretora. Hoje, 71% avaliam que são necessárias alterações no sistema de aposentadoria, contra 63% na pesquisa de dezembro.

Os que não veem necessidade caíram de 30% para 22% — outros 7% não souberam responder. Os dados são parte da pesquisa XP Ipespe, cuja divulgação completa ocorrerá simultaneamente ao relatório anual da XP Investimentos com as expectativas para o ano de 2019.

O nível dos que veem necessidade de reforma é o mais alto desde o início da série, em novembro de 2018, quando atingiu 67%.

Entre os entrevistados, 58% avaliam que serão afetados pela reforma (15% se veem muito afetados pelas mudanças). Outros 37% imaginam que não serão influenciados pela possível alteração.

A pesquisa testou também o apoio popular a duas mudanças em estudo: a inclusão de militares na reforma e a elevação da alíquota de contribuição de servidores públicos.

Sobre os militares, 66% defendem a inclusão da categoria na reforma – 50% com a mesma regra dos demais trabalhadores e 16% com regras especiais. Outros 24% acham que a reforma não deve incluir militares.

Já em relação aos servidores públicos, 41% concordam com o aumento da contribuição da categoria, enquanto 49% se dizem contra a elevação da alíquota.

A pesquisa foi feita entre os dias 9 e 11 de janeiro, com mil pessoas em todo o país, por telefone, e tem margem de erro de 3,2 pontos percentuais.

Deixe um comentário