Fluxo cambial brasileiro acumula superávit de US$ 5,541 bilhões em 2019

LinkedIn

De acordo com o Banco Central do Brasil, no período acumulado entre o primeiro dia útil do ano e o sexto dia útil de Fevereiro, o volume de entrada de dólares supera o de saída em US$ 5,541 bilhões.

Nas seis primeiras semanas de 2019, foi contabilizado um fluxo positivo de dólares pelo canal financeiro de US$ 3,631 bilhões, fruto de ingresso de recursos no valor de US$ 68,309 bilhões e de retirada de dólares no total de US$ 64,678 bilhões.

No comércio exterior, o saldo acumulado no ano, até 10 de Fevereiro, encontra-se positivo em US$ 1,910 bilhões, com importações no valor de US$ 16,666 bilhões e exportações totalizando US$ 18,576 bilhões. Ainda com relação às exportações, US$ 3,113 bilhões referem-se a Adiantamentos de Contrato de Câmbio (ACC), US$ 4,227 bilhões a Pagamentos Antecipados (PA) e US$ 11,236 bilhões a outros tipos de entradas.

Clique aqui para mais detalhes!

Fluxo Cambial Acumulado em Janeiro

A entrada de dólares na economia brasileira superou a saída de recursos em US$ 55 milhões no primeiro mês de 2019. Esse saldo foi resultado de um ingresso total de US$ 37,376 bilhões e de uma retirada total de US$ 67,321 bilhões ao longo de vinte e dois dias úteis no mês de Janeiro. Saiba mais!

Fluxo Cambial Acumulado em Fevereiro (Resultado Parcial)

A entrada de dólares na economia brasileira superou a saída de recursos em US$ 5,486 bilhões nas duas primeiras semanas de Fevereiro de 2019. Esse saldo foi resultado de um ingresso total de US$ 19,509 bilhões e de uma retirada total de US$ 14,023 bilhões ao longo de seis dias úteis no segundo mês do ano. Saiba mais!

Cálculo do Fluxo Cambial

O cálculo do fluxo cambial brasileiro, saldo entre a entrada e a saída de dólares do país, é composto por dois tipos de contas: a conta comercial, na qual são fechados os contratos de câmbio para operações de exportação e importação, e a conta financeira, que inclui as demais operações de câmbio, como os investimentos estrangeiros diretos, os recursos para aplicações financeiras, as remessas de lucros e dividendos e os empréstimos tomados no exterior.

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.