Itaú, Banco do Brasil e Itaúsa entram em ‘ex’ na sexta; yields chegam a 2,79%

LinkedIn

Investing.com – A sessão desta quinta-feira marca a data limite para o investidor se posicionar com as ações do Itaú (ITUB4), Itaúsa (ITSA4) e Banco do Brasil (BBAS3), para fazer jus ao recebimento de proventos nas modalidades dividendos e Juros sobre o Capital Próprio (JCP), com os ativos entrando ‘ex’ a partir de amanhã. Os yields, levando em consideração o valor de fechamento de ontem são de até 2,79%.

No caso do Itaú, os dividendos serão distribuídos em um valor de R$ 1,0507 por ação, dos quais R$ 0,7607 por ação, por conta do resultado do exercício de 2018, e R$ 0,2900 por ação, à débito da conta de Reserva Estatutária de Lucros. O yield é de aproximadamente 2,78%.

Já os Juros sobre o Capital Próprio (JCP) serão no valor de R$ 0,7494 por ação, com retenção de 15% de imposto de renda na fonte, resultando em juros líquidos de R$ 0,63699 por ação, excetuados dessa retenção as acionistas pessoas jurídicas comprovadamente imunes ou isentos. A operação rende um retorno ao acionista de 1,69%. A data de pagamento será no dia 7 de março.

O BB irá distribuir um total de R$ 1,630 bilhão na modalidade JCP complementar do período. Dessa forma, o total bruto por ação é de R$ 0,58551597122, passando por correção monetária para R$ 0,59014654706. O valor será imputado ao dividendo mínimo obrigatório referente ao 2º semestre de 2018. Em relação ao fechamento de ontem, a operação gera um retorno de 0,91% ao acionista posicionado.

Já para a Itaúsa, o JCP adicional será de R$ 0,3111 com retenção de 15% de imposto de renda na fonte, resultando em juros líquidos de R$ 0,2644 por ação, excetuados dessa retenção as acionistas pessoas jurídicas comprovadamente imunes ou isentos. O yield é de 1,63%, em relação ao fechamento de ontem.

No caso dos dividendos, serão distribuídos em um valor de R$ 0,4532 por ação. O yield é de aproximadamente 2,79%. A data de pagamento será no dia 7 de março.

Deixe um comentário