Itaú lucra R$ 6,5 bi no 4º tri, 3,1% a mais; banco distribuirá R$ 22,4 bi aos acionistas

LinkedIn

O Itaú Unibanco (BOV:ITUB4), maior banco privado da América Latina, registrou lucro líquido recorrente (sem eventos extraordinários) de R$ 6,5 bilhões no quarto trimestre de 2018, o que representou um crescimento de 3,1% em relação ao mesmo período de 2017, informou hoje a instituição. No ano, o lucro líquido recorrente totalizou R$ 25,7 bilhões, alta de 3,4% ante 2017. O retorno recorrente sobre o patrimônio líquido médio anualizado (ROE) encerrou 2018 em 21,9%. No último trimestre, foi de 21,8% ao ano.

Mais de R$ 22 bi aos acionistas

O banco anunciou também que pagará, no dia 7 de março, referentes ao ano base de 2018 (competência), R$ 2,3086 por ação aos investidores, o que totaliza R$ 22,4 bilhões em dividendos e Juros sobre Capital Próprio (líquido de imposto de renda), valor esse que equivale a 87,2% do lucro líquido consolidado recorrente do exercício de 2018. O valor representa um aumento de 27,8% em relação ao exercício de 2017.

Adicionalmente, considerando as recompras de ações de emissão própria durante o ano de 2018, o pay-out, ou valor do lucro distribuído aos acionistas, atinge 89,2% do lucro líquido consolidado recorrente de 2018.

Carteira de crédito cresceu 6,1%

A carteira de crédito total ajustada, que inclui fianças e garantias e títulos de empresas, atingiu R$ 636,9 bilhões no fim de 2018, com aumento de 6,1% em 12 meses, incluindo as operações no exterior. O crescimento ficou próximo do teto das projeções do banco, de aumento de 4% a 7%. Já as operações no Brasil apenas crescer menos, 4,2%, perto do piso das expectativas, de 4% a 7%. Segundo o Itaú, o banco tem visto uma retomada da concessão de crédito, com aumento da demanda de pessoas físicas e das micro, pequenas e médias empresas, o que resultou em aumentos de 10,3% e 14,4% nessas carteiras, respectivamente.

Mais crédito no ano que vem

Para o ano que vem, o banco elevou a estimativa de crescimento do crédito, de 8% a 11% no Brasil e no geral, incluindo o exterior.

Apesar da redução dos spreads (diferença entre o que o banco paga ao investidor e o que cobra nos empréstimos) no ano, o maior volume de crédito e o melhor mix de produtos levaram ao crescimento de 2,2% da margem financeira com clientes em relação a 2017. No Brasil, porém, a margem caiu 0,2%, mas ainda dentro das metas, que iam de -1% a +2,5%. Para o ano que vem, a projeção do Itaú é que a margem com clientes cresça, de 9,5% a 12,5%.

Inadimplência menor desde a fusão

O índice de inadimplência medido por créditos vencidos há mais de 90 dias apresentou redução de 0,2 ponto percentual em 12 meses, atingindo 2,9%. No Brasil, a inadimplência de pessoas físicas apresentou redução de 0,5 ponto percentual na mesma base de comparação, passando de 4,9% para 4,4%, e a inadimplência de micro, pequenas e médias empresas apresentou redução de 1,3 ponto percentual, de 4,5% para 3,2%, ambas registrando o menor patamar desde a fusão entre Itaú e Unibanco.

Crescimento de 17% em recursos sob gestão

Em 2018, o aumento anual das receitas de serviços e seguros, de 5,5%, decorreu principalmente das atividades do banco de investimento. O percentual ficou no piso das projeções feitas pelo banco, de aumento entre 5,5% a 8,5% de aumento. As receitas de administração de fundos cresceram no ano, com aumento de 17,1% no saldo de recursos administrados. Destacou-se também o aumento das receitas de serviços de conta corrente em função do aumento da base de clientes.

Apenas no Brasil, o crescimento das receitas de serviços e seguros foi menor, 5,1%, e ficou abaixo do projetado pelo banco, de 6,5% a 9,5%. Para o ano que vem, a projeção do Itaú é que essas receitas cresçam entre 3% e 6%.

As despesas não decorrentes de juros alcançaram R$ 49,4 bilhões em 2018, com aumento de 5,0% em relação a 2017, principalmente em função do efeito da variação cambial na América Latina, excluindo as operações no Brasil.

Mais de 11 milhões de correntistas

O banco atingiu 11,1 milhões de correntistas pessoas físicas que utilizam os canais digitais via internet ou aplicativos móveis em dezembro de 2018. Em clientes pessoas jurídicas, esse número já ultrapassou 1,1 milhão. Mais de 600 mil contas foram abertas pelo aplicativo Abreconta em 2018, de forma totalmente digital, o que representa um aumento de 215% em comparação com o mesmo período do ano anterior.

Operação de Blockchain

O banco efetuou a primeira operação com uso de Blockchain na América Latina para os chamados ‘empréstimos de clube’, uma espécie de empréstimo sindicalizado com um grupo menor de credores. A operação realizada foi uma captação do Itaú Unibanco no valor de US$ 100 milhões, em parceria com o banco inglês Standard Chartered.

Remuneração aos acionistas de R$ 24,4 bi

O valor adicionado³ à economia pelo Itaú Unibanco atingiu R$ 73,0 bilhões em 2018. O montante foi distribuído entre diversos segmentos da sociedade, sendo R$ 21,6 bilhões para colaboradores por meio de remuneração, R$ 23,3 bilhões para pagamento de tributos, R$ 2,1 bilhões para o reinvestimento dos lucros na operação, R$ 24,4 bilhões para remuneração dos mais de 150 mil acionistas diretos e aproximadamente 1 milhão de acionistas indiretos e R$ 1,5 bilhão para outras partes.

Distribuição de lucros

Junto com o balanço, o banco anunciou que aprovou o pagamento no dia 7 de março de dividendos no valor de R$ 1,0507 por ação, dos quais R$ 0,7607 por ação, por conta do resultado do exercício de 2018, e R$ 0,2900 por ação, à débito da conta de Reserva Estatutária de Lucros.

Aprovou também juros sobre o capital próprio no valor de R$ 0,7494 por ação, com retenção de 15% de imposto de renda na fonte, resultando em juros líquidos de R$ 0,63699 por ação. Não entram nesse cálculo os acionistas pessoas jurídicas comprovadamente imunes ou isentos.

O banco aprovou, ainda, que os juros sobre o capital próprio declarados pelo Conselho de Administração em 29.11.2018, no valor bruto de R$ 0,0106 por ação (líquido de R$ 0,00901 por ação), também serão pagos em 7 de março de 2019 aos acionistas com posição acionária final registrada no dia 17.12.2018.

Deixe um comentário