Membros da OneCoin são presos nos EUA

LinkedIn

Promotores de justiça de Nova Iorque pediram a prisão de dois dos principais líderes da OneCoin, dizendo que o projeto roubou “bilhões” de investidores em um suposto esquema de ponzi.

A justiça dos EUA indiciou Ruja Ignatova e Konstantin Ignatov por esquemas de fraude e lavagem de dinheiro, alegando que os dois deram um golpe bilionário em diversos investidores utilizando um sistema fraudulento de criptomoedas. Ignatov foi preso em um aeroporto de Los Angeles no começo da semana.

De acordo com um release de imprensa, promotores estão alegando que a OneCoin é um esquema de pirâmide onde os membros recebem comissão para recrutar outros indivíduos para o projeto. Os novos membros precisam “investir” através da compra de um pacote de criptomoedas. A estrutura é bem parecida com milhares de esquemas de pirâmide e ponzi que acontecem no mundo, incluindo no Brasil.

A OneCoin diz ter mais de 3 milhões de membros no mundo todo e atua em território nacional prometendo diversas vantagens para seus usuários, segundo o site da empresa.

Enquanto a OneCoin diz que os seus tokens são minerados por servidores operados pela companhia e que isso traz aumento de renda orgânico, nenhuma dessas alegações se provou verdadeira.

Além disso, em um e-mail interceptado da Drª Roja Ignatova, ela tem uma “estratégia de saída” da companhia.

O advogado Geoffrey Berman ressaltou que por enquanto as acusações são apenas alegações, mas disse que “os réus criaram uma companhia multibilionária de criptomoedas baseada completamente em mentiras e enganação”.

“Eles prometeram grandes retornos e um risco mínimo, mas, como foi alegado, o negócio não passa de um sistema de pirâmide baseado mais em truques e enganações do que em zeros e uns. Os investidores foram vitimizados enquanto os réus ficaram ricos.”, acrescentou.

Enquanto Ignatov foi preso, Ignatova continua fugitiva da polícia. Mark Scott, outro membro chave da OneCoin foi preso ainda no ano passado.

Por Matheus Henrique

Deixe um comentário