Petrobras tem forte baixa na Bolsa com preço do diesel no radar

LinkedIn

As ações da Petrobras (BOV:PETR4) estavam entre as principais quedas do Ibovespa nesta sexta-feira.

Às 11h07, PETR4 cedia 4,39% e PETR3 diminuía 5,21% enquanto o o Ibovespa perdia 0,20%, aos 94.657 pontos. As razões para esse nervosismo são a notícia de que a estatal recuou em sua decisão de reajustar o preço do diesel e a investigação contra o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), evento visto como um risco para o rumo da reforma da Previdência

Após anunciar o reajuste do preço do diesel no início da tarde de quinta-feira, a Petrobras recuou à noite. O aumento seria de 5,7% a partir de hoje e o primeiro reajuste depois de 20 dias sem alterações, apesar de alta nas cotações internacionais do produto durante o período. Em nota, a estatal informou que “revisitou sua posição de hedge e avaliou ao longo do dia, com o fechamento do mercado, que há margem para espaçar mais alguns dias o reajuste do diesel”.

Também entra no radar do investidor o fato de que o presidente da Câmara, Rodrigo Mais, enfrenta uma extensão por 60 dias do seu inquérito na Procuradoria Geral da República. A investigação apura uma suposta propina paga pela Odebrecht de R$ 1,4 milhão ao parlamentar. Seu pai, Cesar Maia, também estaria envolvido no esquema.

A preocupação é de que o caso atrapalhe a tramitação da reforma da Previdência no Congresso, que já dava sinais de enfraquecimento tanto por críticas do próprio Rodrigo Maia quanto a atuação do governo na defesa do tema quanto pelo avanço da estratégia do Centrão em atrasar o cronograma da proposta em favor do orçamento impositivo.

Ontem, o Ibovespa enfrentou sua terceira queda consecutiva e fechou em baixa de1,25%, a 94.754 pontos, perdendo os 95 mil pontos.

Com Valor Econômico 

Deixe um comentário

Esta área do website ADVFN.com é destinada para comentários e anáises individuais independentes. Estes blogs são administrados por autores independentes através de uma plataforma de alimentação comum, não representando as opiniões da ADVFN. A ADVFN não monitora, aprova, altera ou exerce controle editorial sobre estes artigos, não aceitando, portanto, ser responsabilizada por tais informações. As informações disponibilizadas no website ADVFN.com destina-se para sua informação em geral mas não, necessariamente, para suas necessidades particulares. As informações não constituem qualquer forma de recomendação ou aconselhamento por parte da ADVFN.COM.