Bom dia, Investidor! 15 de maio de 2019

LinkedIn

Esse é o Bom dia, Investidor! Com tudo o que você precisa saber antes da Bolsa abrir!

Destaques corporativos

Embraer (EMBR3): A fabricante brasileira de aeronaves Embraer registrou um prejuízo líquido de R$ 160,8 milhões no primeiro trimestre de 2019. O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações, na sigla em inglês) ajustado da companhia ficou em R$ 120,3 milhões, bem menor que os R$ 177,1 milhões registrados no mesmo período do ano passado.

Vale (VALE3): A Vale estuda aumentar a sua produção na Serra Sul de Carajás, no Pará, para 150 milhões de toneladas por ano depois de 2020, representando uma alta de quase 70% ante o patamar atual, de 90 milhões.

Petrobras (PETR4): A Petrobras ajustou as regras do processo de desinvestimento da Liquigás e elevou as restrições à venda da distribuidora de gás GLP para as concorrentes e líderes do mercado Ultragas, SHV e Nacional Gás. Segundo o Valor, o movimento ocorre um ano após o Cade vetar a venda da Liquigás para o Grupo Ultra, por R$ 2,8 bilhões.

Gafisa (GFSA3): A Gafisa registrou prejuízo R$ 46,354 milhões no primeiro trimestre, cifra 13% menor em relação às perdas do mesmo período do ano passado. O Ebitda ajustado recorrente ficou negativo em R$ 23,006 milhões, revertendo desempenho positivo de R$ 5,653 milhões de um ano antes.

Minerva (BEEF3): A Minerva teve prejuízo líquido de R$ 31,4 milhões, bem menor que o prejuízo de R$ 114,7 milhões que a empresa teve no primeiro trimestre de 2018. Já o Ebitda ajustado da companhia ficou em R$ 328,8 milhões, o que corresponde a um crescimento de 15,4% contra o mesmo período do ano passado.

Light (LIGT3): A companhia de distribuição de energia elétrica Light adiou a divulgação do seu resultado do primeiro trimestre de 2019 para 15 de maio após o fechamento da Bolsa.

Guararapes (GUAR3): A empresa de confecção têxtil Guararapes registrou um lucro líquido de R$ 29,3 milhões no primeiro trimestre de 2019, uma queda de 42,7% sobre o mesmo período do ano passado.

Tupy (TUPY3): A Tupy registrou um lucro líquido de R$ 80,442 milhões no primeiro trimestre deste ano, mostrando expansão de 41,4% contra os três primeiros meses do ano passado.

Braskem (BRKM5): A Bolsa de Nova York informou à Braskem que suspendeu a negociação das American Depositary Shares emitidas pela companhia e que iniciou o processo de deslistagem dos papéis.

Equatorial (EQTL3): A Equatorial Energia registrou lucro líquido de R$ 212,7 milhões no primeiro trimestre de 2019, alta de 157,5% sobre o lucro líquido de R$ 82,6 milhões registrado no mesmo trimestre de 2018.

Taesa (TAEE11): O conselho de administração da companhia aprovou nesta terça-feira (14) a distribuição de R$ 18,9 milhões a título de dividendos intercalares, e R$ 77,9 milhões a título de juros sobre capital próprio (JCP), ambos com base nas demonstrações financeiras intermediárias levantadas em 31 de março de 2019. O pagamento ocorrerá no dia 28 de maio de 2019.

Recomendação de ativos

Banrisul (BRSR6): A equipe do BTG Pactual atualizou a recomendação do Banrisul para neutra, com preço-alvo de R$ 26,00.

Notícias

Varejo Chinês: Nesta quarta-feira, a China informou um crescimento inesperadamente fraco nas vendas no varejo e na produção industrial de abril.

As vendas de vestuário caíram pela primeira vez desde 2009, sugerindo que os consumidores chineses estavam cada vez mais preocupados com a economia mesmo antes de um aumento das tarifas pelos EUA na sexta-feira ter intensificado a pressão sobre os exportadores do país.

As vendas no varejo subiram em abril 7,2% sobre o ano anterior, ritmo mais lento desde maio de 2003, mostraram dados da Agência Nacional de Estatísticas. Isso ficou abaixo da taxa de 8,7% de março e da expectativa de 8,6%.

Commodities

Petróleo Brent: O barril do petróleo Brent, com data de vencimento em abril deste ano e negociado no mercado de futuros em Londres, abriu a sessão desta quarta-feira, 15, em queda. A commodity iniciou o dia cotada a US$ 71,10, variando 0,25% quando comparado ao fechamento da sessão anterior.

Minério de ferro: A jornada desta quarta-feira na bolsa de mercadorias da cidade de Dalian, na China, foi marcada pela valorização dos contratos futuros do minério de ferro. O ativo registrou um avanço de 1,23%, encerrando o dia a 666,00 iuanes por tonelada.

Câmbio

Dólar: O dólar opera em alta nesta quarta-feira (15), abrindo o pregão acima de R$ 4. Às 9h03, a moeda norte-americana subia 0,63%, vendida a R$ 4,0008. Na máxima do dia, chegou a R$ 4,0058.

Agenda econômica

CapturadeTela2019-05-15às09.03.47

Deixe um comentário