Aliansce e Sonae Sierra: fusão agrada analistas

LinkedIn

As empresas de shopping centers Aliansce (BOV:ALSC3) e Sonae Sierra (BOV:SSBR3) apresentaram ontem os detalhes de um plano de fusão. Os acionistas da Aliansce vão ficar com 67,9% da nova empresa. A relação de troca será de 0,787808369 ações da Sonae Sierra para cada ação da Aliansce. A Sonae é dona do Shopping Parque Dom Pedro e do Plaza Sul. Já a Aliansce possui o West Plaza em São Paulo e o Via Parque, no Rio.

Com isso, os papéis da Sonae fecharam o pregão de ontem a R$ 29,90, enquanto os papéis da Aliansce fecharam a R$ 21,50. Feitas as contas, segundo a corretora Coinvalores, 0,787808369 vezes R$ 29,90 corresponde a R$ 23,55, ou seja, 9,6% acima dos R$ 21,50 do fechamento dos papéis da Aliansce. Assim, as ações hoje devem fechar esse gap, com tendência positiva para Aliansce e negativa para Sonae, espera a Coinvalores. As empresas estimam sinergias de R$ 55 milhões a R$ 70 milhões ao ano. E a fusão precisa ser aprovada em assembleia pelos acionistas das companhias e pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

A operação foi bem vista por vários analistas. Os analisas Luiz Peçanha e Rafael Zanini, do Safra, reforçaram a recomendação de compra para a ação da Aliansce, com um preço justo de 25,50. A operação deve reduzir o desconto da ação da empresa em relação aos concorrentes. Já os analistas Luiz Maurício Garcia, Victor Tapia e Roberto Waissmann, da Bradesco Corretora, elevaram o preço-alvo da ação da Aliansce para R$ 27,00, classificando a operação como boa para as duas companhias, com melhores sinergias. O ajuste dos preços à nova sociedade pode ter um impacto de 4,5% de alta nas ações da Aliansce e de menos 8,8% na da Sonae.

Deixe um comentário