Elite Investimentos mantém composição da sua carteira recomendada de junho

LinkedIn

A Elite Investimentos divulgou nesta segunda-feira, 03, a composição do seu portfólio mensal. Em relatório, a equipe de análise optou por manter as mesmas recomendações do mês anterior.

Cenário

Mais um mês de maio se passou e a velha máxima do mercado “Sell in may and go away” – na tradução livre, venda em maio e vá embora – passou pela cabeça dos investidores.

O que começou relativamente tranquilo, com a reforma da previdência parecendo finalmente caminhando no Congresso, logo se tornou um turbilhão de confusões. A atabalhoada relação do governo Bolsonaro com os parlamentares mais uma vez causou calafrios entre os investidores. Pela reforma, o governo concordou com a volta de dois ministérios com o Centrão, mas depois ambos recuaram.

O ministro da economia, Paulo Guedes, o solitário defensor da reforma no governo, voltou ao Congresso para explicar a reforma. Já o presidente, pouco fez. Defendeu-a uma ou outra vez no twitter. E continuou a não demonstrar interesse em conversar com os deputados, chegando a dizer que “esta casa (Câmara) era de Rodrigo Maia.” Chegou-se até o limite de que a reforma da previdência proposta pelo governo poderia ser substituída por uma reforma alternativa.

Nesta turbulência toda, a Bovespa chegou a perder os 90 mil pontos e o dólar chegou a R$ 4,10. E neste ambiente de grave crise fiscal e elevada incerteza, o PIB decepcionou mais uma vez. Embora esperado pelo mercado, O Produto Interno Bruto caiu 0,2% no 1o trimestre, na comparação com o último trimestre do ano passado, segundo o IBGE. Esta foi a primeira queda desde o 4o trimestre de 2016 (-0,6%).

Composição da carteira

Para junho, a Elite optou por manter a mesma composição divulgada no mês anterior. Confira:

CapturadeTela2019-06-04às10.28.35

Deixe um comentário