Bom dia, Investidor! 07 de novembro de 2019

LinkedIn

Esse é o Bom dia, Investidor! Com tudo o que você precisa saber antes da Bolsa abrir!

Destaques corporativos

Banco do Brasil (BBAS3): O Banco do Brasil (BBAS3) divulgou nesta quinta-feira, 7, seu resultado do 3T19. O lucro líquido ajustado foi de R$ 4,5 bilhões no terceiro trimestre de 2019, crescimento de 33,5% se comparado ao mesmo período de 2018. “O resultado do trimestre foi influenciado pelos aumentos da margem financeira bruta e da recuperação de crédito, que impactou na redução da Despesa de PCLD Líquida”, afirmou o Banco. No 9M19, o resultado foi de R$ 13,2 bilhões, crescimento de 36,8% na comparação com o 9M18. “No período, destacam-se os aumentos da margem financeira bruta e das receitas com prestação de serviços, além do rígido controle dos custos. O crescimento do RSPL Mercado de 17,6% para 18,0% na comparação com o trimestre anterior e de 13,2% para 17,5%, na visão acumulada em nove meses, reforçam o compromisso de aumento da rentabilidade”, destacou.

Banco Inter (BIDI11): O lucro líquido do Banco Inter (BIDI11) foi de R$ 11,8 milhões, queda de 38,1% no 3T19 em relação ao 3T18. A margem financeira líquida foi de 8,7% no 3T19, queda de 1,9 ponto percentual. O retorno sobre o patrimônio líquido (ROE) recorrente chegou a 3%, uma retração de 5,2 p.p.A carteira de crédito do banco digital cresceu 43,7% no 3º trimestre de 2019, alcançando a soma de R$ 4,38 bilhões.

IRB Brasil (IRBR3): reportou lucro líquido de R$392,5 milhões no terceiro trimestre de 2019, expansão de 28,9% em relação ao mesmo período de 2018. Nos nove meses de 2019, o lucro líquido avançou 33,8%, totalizando R$1.131,4 milhões. O ROAE no terceiro trimestre de 2019 foi de 37%, avanço de cerca de 3,7 pontos percentuais sobre os 33% obtidos no mesmo período do ano anterior. Nos primeiros nove meses de 2019, o retorno foi de 37% sobre os ativos médios, um crescimento de 6,1 pontos percentuais comparado aos primeiros nove meses de 2018, de 31%.O resultado financeiro consolidado do grupo no período somou 239,4 milhões de reais, ante 178,2 milhões no mesmo intervalo de 2018.

Ultrapar (UGPA3): Anunciou nesta quarta-feira, 6, após o pregão, que teve lucro líquido ajustado de R$ 307 milhões no 3T19. Esse valor corresponde a queda em relação ao 3T18, quando teve lucro de R$ 323,2 milhões.O Ebitda ajustado após IFRS 16 foi de R$ 979 milhões.

Carrefour (CRFB3): Registrou lucro líquido ajustado dos acionistas controladores de R$ 448 milhões, um crescimento de 14,7%, antes do pré-IFRS 16. Após esses efeitos, o lucrou somou R$ 430 milhões, alta de 21,1%.O Ebitda ajustado registrou alta de 7,2%, para R$ 1,1 bilhão, antes do IFRS 16, e com margem estável de 7,7%, “apesar dos investimentos em iniciativas omnicanal”.As vendas brutas crescem 8,9%, a R$ 15,1 bilhões, o que incluiu gasolina, “com forte desempenho em todos os negócios”. Apenas o Atacadão teve crescimento de 9,0%.

Comgás (CGAS5): Apresentou lucro líquido normalizado de R$ 373 milhões no terceiro trimestre, alta de 27,1%. Em IFRS, o lucro somou R$ 438 milhões, montante 2,4 vezes acima do reportado um ano antes. O Ebitda normalizado atingiu R$ 650 milhões, incremento de 19,1%.

Notre Dome Intermédica (GNDI3): Apresentou um lucro de R$ 99,7 milhões no terceiro trimestre, alta de 5,9%. Em termos ajustados, o lucro líquido subiu 22,4%, a R$ 155,7 milhões. O Ebitda ajustado atingiu R$ 319,6 milhões, alta de 50,2%, e a receita líquida avançou 39,6%, para R$ 2,174 bilhões.

Guararapes (GUAR3): A dona da varejista Riachuelo, teve lucro de R$ 67,9 milhões no terceiro trimestre, crescimento de 18,5% sobre o mesmo período do ano passado. O Ebitda ajustado subiu 13,7%, a R$ 254,3 milhões. A receita líquida cresceu 9,2%, a R$ 1,885 bilhão, enquanto as vendas no conceito mesmas lojas subiram 5,4% no trimestre.

OI : vai divulgar resultado do 3T19 em dezembro.

 

Agenda esta semana divulgação balanços:

Dia 07: SulAmerica, B3, Lojas Marisa, Cyrela, Tenda, Gafisa, Iguatemi, Burger King Brasil  – após o pregão 

Dia 08: BRF, Ser Educacional – antes do pregão. Alpargatas, Tecnisa, MDias – após o pregão

Notícias

Cenário Externo

Mercados… Bolsas asiáticas fecharam predominantemente em alta, com as bolsas de Tóquio (+0,1%) e Hong Kong (+0,6%) acumulando ganhos na sessão. Na zona do euro, índices de mercado iniciam o dia com tendência altista: o índice pan-europeu, STOXX 600, avança 0,3% até o momento. Nos EUA, índices futuros no verde indicam que devemos ter uma abertura favorável em NY, enquanto o dólar (DXY) recua contra seus principais pares. Na frente das commodities, ativos acompanham dinâmica positiva dos mercados. O preço do petróleo (Brent crude) volta a avançar (+1,1%), recuperando parte das perdas de ontem e se mantendo próximo dos US$ 63,00/barril. (por: Guide Investimentos)

Na agenda… Grande destaque da agenda internacional, a produção industrial de setembro na Alemanha voltou a decepcionar expectativas, reforçando o quadro de fraqueza da maior economia do bloco europeu. No decorrer do dia, o investidor ainda avalia os pedidos de auxílio desemprego (10h30) e os números do crédito ao consumidor de setembro (17h) nos EUA, além da decisão de política monetária no Reino Unido, anunciada pelo BoE (BC inglês) às 9h. (por: Guide Investimentos)

Brasil

Megaleilão …Apesar de ainda ser o maior leilão de óleo do mundo e gerar quase R$ 70 bilhões de receita para o governo, os resultados do megaleilão da cessão onerosa foram decepcionantes. Dois dos quatro campos (Atapu e Sépia) não receberam lances, enquanto os dois que foram vendidos receberam uma única oferta que surgiu da Petrobras. Na venda do acesso ao campo de Búzios, duas petroleiras chinesas compraram pequenas parcelas de 5% cada, em parceria com a Petrobras, que levou 90% da licitação. O interesse das petroleiras estrangerias foi praticamente 0.(por: Guide Investimentos)

Commodities

Minério de ferro: Os contratos futuros mais líquidos do minério de ferro negociados na bolsa de Dalian, na China, tiveram queda de -0,24% a 611 iuanes. 

Petróleo: WTI: +1,37% (US$ 57,12). Brent: +1,33% (US$ 62,56)

Ouro: Os contratos de referência do Ouro, com vencimento em dezembro:  a US$ 1.485,35 , baixa de  -0,53%.

Agenda econômica

■ Brasil

  • A Fundação Getulio Vargas (FGV) divulga às 8h os dados do Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI) referentes a outubro.
  • O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulga às 9h os dados sobre o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) referentes a outubro.
  • O IBGE divulga às 9h os dados sobre o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) referentes a outubro.

■ Indicadores Internacionais

  • EUA – Os pedidos de seguro-desemprego da semana encerrada no último sábado serão publicados às 10h30 pelo Departamento do Trabalho. 
  • EUA – Os dados sobre o crédito ao consumidor de setembro serão publicados às 17h pelo Federal Reserve. A previsão é crescimento de US$ 15 bilhões..
  • Alemanha – A produção industrial de setembro será publicada às 4h pelo Ministério de Economia e Tecnologia.
  • Eurozona – A Comissão Europeia publica projeções econômicas às 7h <> Reino Unido: A decisão de política monetária será publicada às 9h pelo Banco da Inglaterra.
  • Reino Unido : O Relatório de Inflação, documento trimestral com projeções para a economia, será publicado às 9h pelo Banco da Inglaterra.

Termômetro B3

DESTAQUES VAR %  FECHAMENTO (R$)
NATU3  +4,67% R$ 31,61
TIMP3  +4,35% R$ 12,47
BTOW3  +3,25% R$ 54,26
JBSS3 -5,24% R$ 26,60
AZUL4 -3,07% R$ 51,73
BRFS3 -2,87% R$ 35,52

Deixe um comentário