Microsoft comprará Bethesda por US$ 7,5 bilhões para impulsionar o Xbox

LinkedIn

A Microsoft disse na segunda-feira (21) que planeja adquirir a ZeniMax Media Inc., dona da famosa editora de videogames Bethesda Softworks, por US$ 7,5 bilhões em dinheiro, marcando sua maior aquisição no ramo de videogame de todos os tempos.

Bethesda é a editora de jogos como The Elder Scrolls, Doom e Fallout e também tem pelo menos dois títulos programados para estrear no próximo ano. ZeniMax, com sede em Rockville, Maryland, possui vários outros estúdios em todo o mundo, dando ao negócio do Xbox da Microsoft uma infusão muito necessária de títulos e desenvolvedores de jogos. É uma das maiores empresas privadas de jogos, com 2.300 funcionários em todo o mundo, disse a Microsoft. O último da série Elder Scrolls vendeu mais de 20 milhões de cópias, tornando-se um dos jogos mais vendidos de todos os tempos.

“Com a aquisição da Bethesda, nós dobraremos nossa capacidade de conteúdo de jogos”, disse o CEO da Microsoft, Satya Nadella, em uma entrevista.

A Microsoft está lançando uma nova geração de consoles Xbox em novembro ao mesmo tempo que o PlayStation 5 da Sony. Os jogos planejados para o novo Xbox até agora decepcionaram alguns jogadores, especialmente depois que a Microsoft adiou seu maior título, Halo Infinite para o ano que vem. A fabricante de software tem adicionado novos criadores de jogos e conteúdo, gastando US$ 2,5 bilhões para comprar a fabricante do Minecraft em 2014 e adquirindo seis estúdios em 2018 e mais um no ano passado.

A Microsoft está se apoiando em seu serviço de assinatura de jogos, Game Pass, para atrair usuários e aumentar a receita, e precisa de conteúdo atraente para atrair clientes para esse produto. A Microsoft disse que o Game Pass agora tem 15 milhões de assinantes, acima dos 10 milhões anunciados em abril.

“Jogos de Bethesda sempre tiveram um lugar especial no Xbox e nos corações de milhões de jogadores ao redor do mundo”, disse o CEO do Xbox, Phil Spencer: “Nossas equipes têm uma longa história de trabalho.”

A Microsoft manterá esse compromisso, disse Spencer em uma entrevista. Jogos futuros, como Starfield, estarão disponíveis para Xbox, PC e serviço de videogame Game Pass da Microsoft. “Nós vamos usar outros consoles caso a caso”, disse Spencer.

Nadella disse que a Microsoft pode considerar o lançamento de jogos em outras plataformas no futuro. “Quando pensamos em estratégia, seja em jogos ou em qualquer outra parte da Microsoft, cada camada tem que ser independente pelo que traz. Quando falamos sobre nosso conteúdo, queremos que ele esteja amplamente disponível. ”

A Microsoft espera que o negócio seja fechado na segunda metade do ano fiscal de 2021, que termina em 30 de junho, e tenha um impacto “mínimo” em sua receita operacional ajustada para o ano fiscal atual e os próximos. As ações caíram 1,1% para US$ 198,18 às 11h11 em Nova York.

A linha dos lançamentos da Sony para o PlayStation 5 é mais forte que a da Microsoft, e espera-se que essa máquina supere os novos aparelhos Xbox, a Série X e a Série S, de acordo com George Jijiashvili, analista da pesquisadora Omdia.

“Este anúncio chega em um momento crítico; a preparação para o lançamento dos consoles de próxima geração é quando os jogadores escolhem sua ‘religião’ ”, disse ele. “O atraso para o lançamento da Halo Infinite, exclusivo e mais esperado do Xbox é um grande golpe para a Microsoft, mas ela aposta que o Game Pass Ultimate irá influenciar mais jogadores no longo prazo, graças aos lançamentos no primeiro dia, jogos em nuvem e uma biblioteca em crescimento de títulos atraentes. ”

As negociações começaram neste verão, disse Spencer, aproveitando um relacionamento de várias décadas entre o Xbox e a Bethesda, que lançou seu primeiro jogo de console Elder Scrolls III: Morrowind para o Xbox original em 2002. Esse tipo de acordo ressalta a vantagem que o Xbox tem sobre novos participantes no mercado de jogos, disse Spencer, atacando empresas que não citou, mas incluem o Google, da Alphabet Inc.

A Bethesda foi pioneira no mercado de jogos de PCs e uma das primeiras desenvolvedoras de novos tipos de jogos. A empresa foi fundada por Christopher Weaver em 1986 e inicialmente desenvolveu jogos de simulação de futebol e hóquei, antes de lançar o título de RPG The Elder Scrolls em 1994.

“Os jogos estão na base desta empresa, ao lado das linguagens (de programação) e muito talvez dos sistemas operacionais, mas a questão é que, daqui para frente, essa mídia interativa terá muito mais alcance”, disse Nadella.

Conheça o Telegram ADVFN e fique por dentro de tudo que acontece no mercado financeiro. 

Deixe um comentário