Meus dividendos: Acompanhando a perspectiva econômica em 2020

LinkedIn

Antes de falar dos meus dividendos e de algumas opções atrativas para sua carteira aplicando o filtro do dividend yield (rendimento anual dos dividendos). Gostaria de destacar o cenário da B3 em 2020. 

Primeiro, durante a crise do coronavírus surgiram especulações sobre uma possível bolha no mercado financeiro. E para fugir da bolha do mercado financeiro em 2020, um dos ativos escolhidos foi o bitcoin (BTC/BRL). 

Dessa forma, o bitcoin foi um dos ativos que mais cresceu em 2020, cerca de 180% de valorização somente no 1°Trimestre de 2020. Os boatos de uma possível bolha no mercado financeiro vieram em agosto de 2020, quando a bolsa de valores caiu 45%. Logo após a queda o Ibovespa voltou a subir e bateu 103 mil pontos. A questão é que a valorização aconteceu quando as perspectivas econômicas do Brasil não eram as melhores e isso fez com que algumas pessoas fugissem da B3. 

Bolha econômica ? 

O Ibovespa valorizou 30% nos meses de abril a junho de 2020. Enquanto o Ministério da Economia projetava queda de 7,5% do PIB – Produto Interno Bruto, no mesmo período que a bolsa voltou a subir, esse é um dos principais fundamentos da teoria da bolha econômica na B3. 

Segundo ponto a se considerar, quando comparamos o primeiro trimestre de 2020 com o primeiro trimestre de 2019, observamos recuo de 1,5%. Esses dados foram divulgados pela Fundação Getúlio Vargas. 

Mas a questão é: a bolha existe? 

Não sabemos, mas se houver uma bolha no mercado financeiro os investidores podem estar em risco, afinal os ativos pode estar supervalorizados e em algum momento os preços vão se corrigir.

CEO da B3 

Tentei buscar informações confiáveis, o ideal era ouvir fontes confiáveis como do CEO da B3.

Segundo o CEO da B3 Gilson Finkelsztain, que tem uma posição contrária a teoria de bolha financeira. Existem fundamentos que sustentaram a alta do Ibovespa, mesmo com a crise da economia.

Gilson concedeu uma entrevista recente para FEBRABAN – Federação Brasileira de Bancos e garantiu que existem fundamentos para alta, como:

“Empresas que se beneficiaram com o cenário atual, como por exemplo empresas envolvidas e-commerce. Empresas que possivelmente são atrativas para meus dividendos.”  

Também pesquisei opiniões de especialistas que acreditam que bolha financeira do Ibovespa não existe. Os principais argumentos desses especialistas são: 

“Outro fator que reforça os investimentos em meus dividendos e a bolsa de valores são os cortes da taxa SELIC, que passaram para 2% ao ano (o menor nível da história do país)” 

Existe uma perspectiva positiva para meus dividendos?  

Sim existe uma perspectiva positiva, afinal as pessoas que buscam por ações com dividendos não estão atrás somente da valorização da ação. São pessoas que estão dispostas a aguentar uma posição mesmo com a baixa da bolsa de valores. São pessoas que enxergam uma perspectiva positiva para comprar na crise (comprar barato ações de dividendos). 

Meus dividendos 

As ações que pagam meus dividendos são ações de empresas de Capital Aberto. Ao comprar uma ação eu me torno acionista, ou seja, tenho participação dos lucros daquela empresa. Existem diversas ações que distribuem meus dividendos na B3, porém é preciso entender o conceito de Dividend Yield (DY), para escolher as melhores opções para uma carteira dividendos. 

meus dividendos

Como costumo escolher meus dividendos? 

Eu costumo escolher ações acima de 6% Dividend Yield (DY), essa é a taxa de corte para meus dividendos. Também é mesmo filtro que o Luiz Barsi, maior investidor pessoa física da bolsa de valores do Brasil, aplica na sua carteira de dividendos. Por isso escolhi essa taxa de DY para meus dividendos também. 

 

É claro que existem outros fundamentos para serem analisados, mas o DY é o principal filtro para escolher uma boa ação de dividendos. 

 

Alguns exemplos de empresas que pagam meus dividendos são: 

  • AES TIETÊ (TIET11), 9,5% 
  • ENGIE (ENGIE3), 7,4% 
  • BR DISTRIBUIDORA (BRDT3), 7,4% 
  • GERDAU (GGBR4), 6,0% 

Todas as ações se encaixam no filtro de Barsi, e pagam dividendos bons. Existem ferramentas no mercado que ajudam a analisar a performance, planejamento e analisar o histórico da empresa. 

Vou deixar outros filtros para escolher uma ação que paga meus dividendos, geralmente eu olho: 

  • P/L (quanto maior melhor) 
  • P/VP da ação (quanto o mercado está disposto a pagar) 
  • Margem Bruta (quanto maior melhor) 
  • ROE (quanto maior melhor) 
  • Lucro líquido (analisar tendência ou gráfico do lucro no longo prazo, observe se existe tendência de alta para longo prazo) 

Esses são alguns filtros que aplico para escolher ações para receber meus dividendos

Sempre procure por ações na Bolsa de Valores com: bons fundamentos, perspectivas futuras de valorização e histórico de pagamento de dividendos.  

Considerações finais 

A bolsa de valores ainda é uma das opções mais atrativas quando comparada com a renda fixa e a poupança. Muitos investidores abandonaram a renda fixa em 2020 e migraram para bolsa de valores. Mesmo com a teoria da bolha financeira na B3.

Segundo os dados da B3, nesse ano 1,143 milhões de pessoas físicas investiram na Bolsa de Valores até o dia 31 de julho. A tendência é que as pessoas realmente migrem para bolsa com o tempo e recorram a uma carteira de investimentos, ou melhor uma carteira de aposentadoria como alguns investidores chamam. 

Sobre as perspectivas futuras para meus investimentos, encaro como algo positivo a queda a bolsa de valores esse ano, afinal me proporcionaram oportunidades de entrada em alguns ativos. E para qualquer investidor com foco em dividendos, a queda sempre é uma boa oportunidade para compra. 

É claro que analiso algumas posições e empresas que podem não se beneficiar na economia atual brasileira, mas minha perspectiva para ganhar com meus dividendos será sempre olhando esses fundamentos que citei. Espero que aproveite essa dica, abraços!

Deixe um comentário