PayPal pode emitir sua própria criptomoeda em breve, diz executivo da CoinShares

LinkedIn

O gigante do pagamento digital global PayPal pode estar começando a emitir sua própria criptomoeda depois de entrar oficialmente na indústria da cripto, de acordo com um importante executivo do setor.

Meltem Demirors, CSO da empresa de gestão de ativos digitais CoinShares, diz que não ficará surpresa se o PayPal emitir seu próprio token depois de a empresa divulgar a notícia de seu futuro suporte para criptomoedas.

Em uma entrevista de 21 de outubro para o Fast Money da CNBC, Demirors afirmou que o suporte do PayPal a criptomoedas poderia eventualmente se tornar uma base para o lançamento de um token próprio. Ele disse:

“Não ficaria surpreso se, em um prazo de seis a 12 meses, víssemos o PayPal lançando sua própria moeda digital, semelhante a um dólar digital que vemos em muitas empresas de pagamentos.”

Demirors disse que o PayPal pode estar interessado em lançar seu próprio token, já que a empresa deixou oficialmente a Libra Association, a entidade controladora do projeto de moeda digital Libra do Facebook. Membro da associação no lançamento do projeto em junho de 2019, o PayPal deixou a iniciativa vários meses depois, alegando que não queria que o escrutínio regulatório sobre a Libra “sangrasse seus negócios”.

O CEO do PayPal, Dan Schulman, disse posteriormente que essa regulamentação e compliance são fundamentais para o PayPal como uma empresa confiável em todo o mundo. Ele também afirmou que o PayPal está desenvolvendo um produto que “não é necessariamente competitivo com a Libra”.

Em 21 de outubro, o PayPal anunciou oficialmente que a empresa lançará o recurso de “comprar, manter e vender” uma série de criptomoedas, incluindo Bitcoin (BTC), Ether (ETH), Bitcoin Cash (BCH) e Litecoin (LTC) diretamente com a carteira digital do PayPal. Com o novo recurso, os clientes do PayPal poderão usar suas criptomoedas para fazer compras de qualquer um dos 26 milhões de comerciantes do PayPal em todo o mundo a partir do início de 2021.

Por Helen Partz

Deixe um comentário