O que analisar no resultado de uma empresa da Bolsa?

LinkedIn

Temporada de resultados a todo vapor, e nós, do Guia do Investidor, cobrindo todos (veja aqui). Entretanto, é provável que você tenha dúvidas acerca do resultado financeiro da companhia. Explicaremos.

O resultado financeiro de uma empresa nos informa sobre os resultados obtidos pela gestão financeira da companhia. Dessa forma, ela geralmente é dividida em quatro contas principais. São elas:

  • Receitas financeiras;
  • Despesas financeiras;
  • Variação cambial;
  • E derivativos.

As receitas financeiras nada mais são do que os juros recebidos por aplicações feitas pela companhia no período. Veja bem, se você possui uma pequena empresa e um caixa que não será usado na operação do negócio, por que não o deixar aplicado para render o que não renderia estando sem uso?

Assim sendo, as despesas financeiras são basicamente a mesma coisa, só que ao contrário. Ou seja, os juros pagos pelos empréstimos contraídos.

Além disso, temos a variação cambial, que como o próprio nome já diz, mostra o impacto do câmbio no resultado da empresa. Isso ocorre quando uma empresa faz uma dívida ou aplicações em moedas estrangeiras, entretanto, não afeta o caixa, apenas o contábil. Isso por causa da variação cambial mesmo, pois pode ser revertido (o câmbio).

E por fim, temos a linha de derivativos. Eles são usados pelas empresas, normalmente, com função de hedge, ou seja, de proteção. O derivativo pode ser usado para proteger a empresa do impacto do câmbio nas suas receitas esperadas, por exemplo. Dessa forma, tais operações passam pela linha do resultado financeiro, o que afeta, também, o resultado final da empresa.

Conclusão

Dessa maneira, mesmo uma empresa tendo reportado um prejuízo líquido proveniente da variação cambial ou de operações de hedge, ela pode mostrar que seu negócio caminha firma graças a um bom resultado operacional.

Texto escrito por Diogo Albuquerque, graduando em economia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e colaborador do Guia do Investidor. Confira nossas ferramentas “comparador” e “fundamentos“, onde mostramos, respectivamente, comparativos sobre empresas de cada setor e dados fundamentalistas de cada uma.

Deixe um comentário