ADVFN Logo ADVFN

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Hot Features

Registration Strip Icon for tools Aumente o nível de sua negociação com nossas ferramentas poderosas e insights em tempo real, tudo em um só lugar.

Petrobras anuncia nova rodada de ofertas vinculantes por Polo de Urucu

LinkedIn

A Petrobras informa que, em continuidade ao processo de desinvestimento do Polo Urucu, sua diretoria executiva aprovou uma nova rodada de ofertas vinculantes.

O anuncio foi feito nesta segunda-feira pela estatal (BOV:PETR3) (BOV:PETR4).

Os participantes do processo competitivo habilitados receberão carta-convite com instruções detalhadas para o envio das propostas vinculantes.

Na sexta-feira, a Petrobras informara ter recebido propostas vinculantes da 3R Petroleum Óleo e Gás e da Eneva pelo polo de Urucu, localizado na Bacia do Solimões (AM).

A empresa também havia dito anteriormente que os valores de propostas pelo polo veiculados na mídia, de 1 bilhão de dólares e de 600 milhões de dólares, guardavam “proximidade com as parcelas firmes”.

O polo Urucu compreende conjunto de sete concessões de produção terrestres – Araracanga, Arara Azul, Carapanaúba, Cupiúba, Leste do Urucu, Rio Urucu e Sudoeste Urucu – todas localizadas no Amazonas, nos municípios de Tefé e Coari.

Na sexta-feira (04), a Petrobras, em relação à notícia veiculada na mídia referente ao desinvestimento do Polo Urucu, esclareceu que recebeu propostas vinculantes da 3R Petroleum Óleo e Gás e da Eneva.

“As propostas estão em etapa de avaliação pela companhia, o que subsidiará a sua tomada de decisão acerca dos próximos passos do desinvestimento”, afirmou a Petrobras.

Prejuízo de R$ 1,5 bilhão; lucro líquido de R$ 3,2 bilhões excluindo itens não recorrentes

Petrobras registrou o terceiro resultado negativo seguido, com prejuízo de R$ 1,55 bilhão no terceiro trimestre deste ano, revertendo lucro de R$ 9,09 bilhões apurado no mesmo intervalo do ano anterior. Excluindo itens não recorrentes, a empresa garantiu que poderia ter registrado lucro líquido de R$ 3,2 bilhões.

“No 3T20 diversos itens não recorrentes impactaram negativamente os resultados. Destacamos a aprovação da adesão aos programas de anistia tributária afetando tanto o lucro líquido quanto o Ebitda ajustado e o prêmio pago na recompra de títulos, que afetou apenas o lucro líquido”, informou a companhia, em seu comunicado de resultados.

Gratuito - Quero ver a lista de criptomoedas - clique no banner

Deixe um comentário