Eletrobras: Chesf conclui compra da totalidade das ações pertencentes à Sequoia pelo valor de R$ 20 milhões

LinkedIn

Eletrobras informou que a Chesf (Companhia Hidro Elétrica do São Francisco) concluiu a compra da totalidade das ações pertencentes à Sequoia no Complexo Eólico Pindaí I, II e II.

O comunicado foi feito pela companhia (BOV:ELET3) (BOV:ELET5) (BOV:ELET6) nesta terça-feira (26). Confira o documento na íntegra.

Assim, agora a Eletrobras detém 100% das oito SPEs de Pindaí I, das duas SPEs de Pindaí II, e da SPE da Pindaí III.

Pela compra, a Chesf pagou o valor de R$ 20.614.644,00, sendo R$ 5.006.038,89 abatidos do valor em função de pendências de integralização de capital da Sequoia na SPE Tamanduá Mirim 2Energia S.A.

Assim, o desembolso de caixa da Chesf foi de R$ 15.608.605,11.

A etapa seguinte será a incorporação das SPEs pela Chesf. Essa fase está condicionada à obtenção das aprovações e autorizações regulatórias e administrativas aplicáveis.

As operações mencionadas estão no escopo da iniciativa de racionalização das participações societárias da Eletrobras, nos termos do Plano Diretor de Negócios e Gestão divulgado ao mercado.

Queda no lucro líquido de R$ 715,8 milhões para R$ 95,7 milhões

A Eletrobras – Centrais Elétricas Brasileiras – divulgou lucro líquido de R$ 95,7 milhões no terceiro trimestre de 2020, recuando mais de sete vezes. Segundo a estatal, a queda ocorreu pelo aumento das provisões por redução na geração de energia, por processos judiciais e de contratos onerosos.

Essa é a pior queda trimestral no lucro e no Ebitda em pelo menos três anos.

Deixe um comentário