Eneva comunica expansão das reservas de gás natural em 2020

LinkedIn

A Eneva informou os resultados do relatório executivo de auditoria das reservas de gás natural. Segundo a companhia, houve expansão das reservas de gás natural certificadas em 2020 nas bacias do Parnaíba e do Amazonas.

O fato relevante foi feito pela empresa (BOV:ENEV3) nesta quarta-feira (06). Confira o documento na íntegra

Segundo a companhia, houve expansão das reservas de gás natural certificadas em 2020 nas bacias do Parnaíba e do Amazonas.

Na bacia do Parnaíba, onde estão localizados seus principais ativos, a empresa informou que fechou o ano passado em 25,976 bilhões de metros cúbicos (bm³). Em 2019 foi de 24,072 bm³.

A variação nessa bacia ocorreu principalmente devido à conclusão da perfuração de poços em Gavião Tesoura e Gavião Preto, explicou a Eneva.

As reservas na Bacia do Amazonas cresceram para 5,851 bm³, na comparação com 3,612 bm³ de um ano antes.

A Eneva explicou que o crescimento ocorreu principalmente em função do resultado da perfuração de três poços produtores do campo de Azulão.

A empresa de energia ressaltou no fato relevante que, “a ratificação da boa performance dos campos em produção e as novas informações adquiridas e processadas durante 2020, mais uma vez reduziram a incerteza em relação às reservas 1P e 3P”.

Lucro líquido de R$ 55,6 milhões, nos resultados 3T20

A Eneva registrou lucro líquido de R$ 55,6 milhões no terceiro trimestre, queda de 38% em relação ao mesmo período do ano passado, com a companhia sendo afetada por redução nos despachos diante da contração da demanda por energia.

A receita operacional líquida foi de R$ 562 milhões, redução de 34,5% na comparação anual.

Deixe um comentário