Taesa encerra contrato de classificação com a S&P

LinkedIn

A Transmissora Aliança de Energia Elétrica terminou o contrato de classificação e monitoramento de risco de crédito em escala nacional e global com a Standard & Poor’s Ratings Services (S&P).

A informação consta em comunicado feito pela empresa (BOV:TAEE3) (BOV:TAEE4) (BOV:TAEE11) na sexta-feira (08).

As classificações de risco corporativo eram ‘brAAA/brA-1+’ e ‘BB-‘ em escala nacional e global, respectivamente, com perspectiva estável.

Segundo a Taesa, os atuais instrumentos de dívida emitidos pela companhia não possuem classificação de risco atribuída pela S&P.

A Taesa mantém os contratos de classificação e monitoramento de risco de crédito da companhia e de suas emissões de dívida com a Fitch e a Moody’s América Latina.

A classificação Fitch Ratings: ‘AAA(bra)’ referente ao rating nacional de longo prazo com perspectiva estável e ‘BB’ e ‘BBB-’ referentes aos IDRs de longo prazo em moedas estrangeira e local com perspectiva negativa; e Moody’s: ‘Aaa.br’ referente ao rating em escala nacional e ‘Ba1’ referente ao rating em escala global, ambos com perspectiva estável.

Lucro líquido é de R$ 51,5 milhões, os resultados 3T20

A geradora de energia elétrica brasileira trouxe ao mercado o balanço referente ao terceiro trimestre deste ano. No documento, a companhia registra um lucro líquido de R$ 51,5 milhões, o que significa um resultado 47,3% inferior aos R$ 97,1 milhões obtidos nos mesmos meses do ano passado.

Deixe um comentário