ADVFN Logo

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Registration Strip Icon for alerts Cadastre-se para alertas em tempo real, use o simulador personalizado e observe os movimentos do mercado.

Gol informou aumento de 8% na demanda de passageiros e de 3% na capacidade de voos

LinkedIn

A Gol informou aumento de 8% na demanda de passageiros e de 3% na capacidade de voos. A empresa divulgou  dados preliminares e não auditados.

O comunicado foi feito pela empresa (BOV:GOLL4), nesta quinta-feira (11).

Nesse período, a GOL aumentou sua capacidade para uma média de 489 voos por dia, um incremento de 3% em relação à média de 476 voos em dezembro/20.

A companhia operou 628 voos diários em dias de pico, atendendo clientes que voaram durante as férias de verão. A GOL também atingiu um novo recorde de passageiros transportados desde o início da pandemia, com mais de 93 mil clientes atendidos em um único dia.

A receita bruta consolidada mensal da companhia foi de R$ 810 milhões e a taxa de ocupação média foi de 83,2%, patamar consistente em relação aos meses anteriores.

Em janeiro/21, houve um crescimento de 16% na busca por passagens aéreas da GOL, em relação a dezembro/20. Entretanto, apesar desses sinais promissores, a companhia registrou redução de 18% no volume de vendas durante esse mês, em função da queda na demanda por viagens decorrente da “segunda onda” de casos de Covid-19 no Brasil, combinada com clientes aguardando pela vacinação e início da baixa temporada.

Como resposta à queda nas vendas, a malha aérea da GOL foi reajustada em janeiro, representando redução de 40% entre a primeira e a quarta semana do mês.

Excluindo o serviço financeiro da dívida e o pagamento de passivos operacionais, o consumo líquido de caixa (“burn”) da GOL na operação totalizou R$1 milhão/dia em janeiro, uma reversão da geração líquida de caixa registrada em novembro e dezembro/20.

Para o primeiro trimestre de 2021, a companhia estima consumo líquido de caixa em R$ 2 milhões/dia, uma visão conservadora com base no recente aumento do número de casos de Covid-19 no Brasil.

Balanço revela prejuízo de R$ 1,71 bilhão

A companhia aérea GOL teve um prejuízo líquido de R$ 1,71 bilhão no terceiro trimestre de 2020, elevando as perdas de R$ 242 milhões registradas em igual período do ano passado.

O balanço do terceiro trimestre de 2020 mostrou um Ebitda (lucro antes de juros, impostos, amortização e depreciação) negativo em R$ 204 milhões, contra R$ 1,14 bilhão positivo conquistado um ano antes.

Deixe um comentário

Ao acessar os serviços da ADVFN você estará de acordo com os Termos e Condições

Support: (11) 4950 5808 | suporte@advfn.com.br