Magazine Luiza conclui compra de Tonolucro e GrandChefe

LinkedIn

O Magazine Luiza concluiu a aquisição das empresas TonoLucro Internet e Grandchef Desenvolvimento de Sistemas. A Companhia deu mais um passo no sentido de se tornar uma das maiores plataformas de food delivery do país.

O comunicado foi feito pela empresa (BOV:MGLU3), nesta terça-feira (30).

Tonolucro

Fundada em Palmas-TO, a Tonolucro é uma plataforma de entrega de comida e de itens de supermercado com forte participação de mercado nos estados de Tocantins, Goiás e Pará. Ela está presente em mais de 40 cidades — incluindo unidades próprias e franquias — e conta com mais de 5 mil restaurantes parceiros cadastrados.

A plataforma oferece uma gama completa de serviços para os restaurantes, desde a digitalização do cardápio e gestão dos pedidos, até a entrega e pagamento.

Todos os pedidos são entregues por motoristas cadastrados no aplicativo Tonolucro, que busca sempre os entregadores mais próximos e calcula a melhor rota.

GrandChef

Fundada em Paranavaí/PR, a Grandchef cresceu exponencialmente para se tornar uma das maiores plataformas de tecnologia para pequenos e médios restaurantes do Brasil. Por meio de aplicativos para celular e sistemas para desktop, a GrandChef possibilita a gestão completa da operação do restaurante, incluindo o controle de pedidos online e offline (mesas, comandas e balcão) e a integração com plataformas de delivery, além da gestão financeira e controle de estoque. Atualmente, a base de clientes da GrandChef é formada por mais de 3 mil restaurantes presentes em 25 estados brasileiros.

Food Delivery no Magalu

A aquisição da AiQFome marcou a entrada do Magalu no segmento de food delivery, aumentando os serviços oferecidos no seu SuperApp e a frequência de compra dentro do seu ecossistema. Segundo a empresa, atualmente a AiqFome está presente em 500 cidades e, em termos anualizados, processa cerca de 30 milhões de pedidos no valor total de R$ 1 bilhão em GMV, crescendo cerca de 200% comparado ao mesmo período do ano anterior.

Em 2020, o mercado de alimentação fora de casa movimentou 196 bilhões de reais.

Com a Tonolucro, a AiQFome amplia rapidamente sua operação em Tocantins, Goiás e Pará, além de passar a oferecer novos serviços para os estabelecimentos parceiros, como a entrega e a maquininha de cartão (mobile terminals) para os entregadores.

“A GrandChef, por sua vez, vai possibilitar a digitalização de restaurantes com operações ainda analógicas e oferecer novos serviços aos parceiros já cadastrados na AiQFome, como processos de autoatendimento, cardápio digital e pedidos e pagamentos na mesa”, explicou o Magalu.

Em comunicado, a empresa afirmou que as referidas aquisições foram realizadas por companhias controladas pelo Magalu, sendo a Tonolucro pela AiQFome e a GrandChef pelo Luizalabs, fortalecendo o pilar estratégico MaaS.

Pressão nas margens leva a queda de 57,5% no lucro líquido em 2020; analistas apontam cenário promissor

Magazine Luiza encerrou 2020 com lucro líquido de R$ 391,7 milhões, queda de 57,5%. Já o o lucro líquido ajustado atingiu R$ 377,8 milhões, queda de 25,1% em relação ao ano anterior.

Na comparação entre os dois exercícios, de 2019 e 2020, o Ebtida apresentou queda de 14%, para R$ 1,527 bilhão. No ano passado, o Ebitda ajustado atingiu R$ 1,506 bilhão, queda de 9,3% em relação a 2019.

No acumulado do ano, houve um salto de 483% na despesa financeira, de R$ 70,4 milhões em 2019 para R$ 410,5 milhões em 2020. No padrão ajustado, seguindo a norma IFRS, a despesa financeira de 2019 foi de R$ 531,1 milhões, fazendo portanto que o indicador de 2020 apresente uma melhora de 22,7%.

Entre janeiro e dezembro do ano passado, a receita líquida somou R$ 29,177 bilhões, uma alta de 46,7% sobre o ano anterior.

4T20

O Magazine Luiza encerrou o quarto trimestre de 2020 com alta de 30,6% no lucro líquido, para R$ 219,5 milhões.

No critério “ajustado”, sem considerar as despesas e receitas não recorrentes, o lucro líquido trimestral somou R$ 232,1 milhões, alta de 39,8% sobre outubro a dezembro de 2019.

A receita líquida da gigante do varejo atingiu R$ 10,065 bilhões no quarto trimestre de 2020, uma alta de 57,6% sobre o mesmo período de 2019.

O Ebtida – lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização – apresentou alta de 1,1% entre o último trimestre de 2019 e o mesmo período de 2020, para R$ 504,7 milhões.

Deixe um comentário