Bilionário do Shark Tank revela sua carteira de criptomoedas

LinkedIn

O famoso apresentador do reality show Shark Tank dos Estados Unidos, Mark Cuban, dono do time de futebol Dallas Mavericks, mostrou sem querer a sua carteira de criptomoedas, revelando os 115 projetos em portfólio do empresário.

Porém, os criptoativos e tokens da carteira pertencente ao bilionário representam uma parcela pequena do seu patrimônio, totalizando cerca de 28,8 mil dólares. Entre os ativos, está até um conhecido projeto brasileiro de criptomoeda.

A descoberta do endereço de Mark ocorreu pois o empresário deixou sem querer o seu endereço público aparecer em um tweet enquanto promovia a plataforma de NFT Rarible.

O descuido do bilionário foi percebido pelo perfil do Twitter @Dogetoshi, e foi em seguida confirmado por Mark.

Não necessariamente todos os projetos da carteira foram comprados pelo empresário. Muitos projetos, na tentativa de ganhar adoção, enviam fundos para personalidades do setor.

Isso ocorreu com a Shiba Inu, uma concorrente da Dogecoin, quando metade das moedas mineradas foram enviadas para Buterin Vitalik, o criador da Ethereum, que doou parte para a caridade e queimou 6,7 bilhões de SHIB.

As maiores posições na carteira foram US$ 7.000 em Swaprol Token (SWPRL), US$ 1.500 em Ethereum (ETH), US$ 4.000 em HEX (HEX), US$ 3.021 em Crypto20 (C20),  US$ 1.092 em B2U Coin (B2U), token da exchange brasileira Bitcointoyou, e o restante dos fundos alocados em pequenas porções em outros 110 ativos.

Muito provavelmente Mark possui outras carteiras, visto o seu apoio aos projetos Polygon (MATIC) e Injective Protocol (INJ), que não foram encontrados em quantidades relevantes na wallet.

Desde a descoberta, Cuban esvaziou o endereço.

Por João Victor

Deixe um comentário