Desktop emplaca IPO ao precificar operação a R$ 23,50 e capta R$ 715 milhões

LinkedIn

A Desktop conseguiu emplacar sua oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) na bolsa brasileira ao precificar a operação a R$ 23,50, valor um pouco acima da faixa indicativa que ia de R$ 23 a R$ 28.

Com isso, o provedor regional de internet do interior de São Paulo conseguiu captar R$ 715 milhões. Esse montante irá direto para o caixa da companhia, por se tratar de uma tranche primária.

A empresa não alocou o lote adicional, que era secundário. Fontes com conhecimento no assunto disseram ao Valor Econômico que a Desktop teve uma demanda de seis vezes o book, excluindo o varejo, e sua oferta contou majoritariamente com investidores institucionais brasileiros, como Navi e JGP.

Segundo o prospecto enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), os recursos provenientes do IPO serão usados para:

  • Crescimento orgânico (70%)
  • Aquisições estratégicas (21%)
  • Aumento de posição de caixa (9%)
  • As ações serão negociadas na B3 a partir de amanhã (21), sob o ticker de negociação DESK3.

O banco Itaú BBA foi o coordenador líder da operação, em conjunto com UBS BB, BTG Pactual e Bradesco BBI.

Informações Trademap

Deixe um comentário