Petróleo fecha em queda encerrando a semana com grandes perdas acumuladas

LinkedIn

 Os preços dos contratos futuros de petróleo caíram mais de 1% no dia e encerraram a semana com grandes perdas acumuladas, com o contrato do WTI tendo sua pior queda em dez meses. Os temores da variante Delta do coronavírus contribuíram para as amplas vendas.

“A variante Delta começa a mostrar seus impactos agora, depois de começar a se espalhar nos Estados Unidos, trazendo um novo surto na região. Os traders estão com aversão ao risco e isso não apenas no petróleo”, afirmam analistas do ING.

O Japão está prestes a expandir as restrições de emergência para mais municípios, enquanto a China, o segundo maior consumidor de petróleo do mundo, impôs restrições em algumas cidades e cancelou voos.

Pelo menos 46 cidades desaconselharam viagens e as autoridades suspenderam os voos e o transporte público. Segundo analistas, a interrupção em viagens e transportes tem forte impacto no mercado petrolífero.

No início do dia, no entanto, o mercado ensaiou uma alta devido às tensões recentes no Oriente Médio.

Jatos israelenses atingiram o que seus militares disseram serem locais de lançamento de foguetes no Líbano na manhã de ontem em resposta a dois foguetes disparados contra Israel a partir do território libanês, em uma escalada das hostilidades transfronteiriças em meio ao aumento das tensões com o Irã.

A troca ocorreu após um ataque a um navio-tanque na costa de Omã na última quinta-feira, que Israel atribuiu ao Irã. Dois membros da tripulação, um britânico e um romeno, foram mortos. O Irã negou qualquer envolvimento.

No entanto, Estados Unidos e Reino Unido também acreditam que os iranianos estão envolvidos na situação. Ao mesmo tempo, Israel afirmou que o Irã está a apenas dez semanas de conseguir urânio enriquecido o suficiente para produzir sua própria bomba atômica.

O preço do contrato do petróleo WTI negociado na Nymex com entrega para setembro caiu 1,17%, cotado a US$ 68,28 o barril, encerrando a semana com queda de 7,67% – a maior perda em dez meses. Já o preço do contrato do Brent negociado na plataforma ICE, com entrega para outubro recuou 0,83%, cotado a US$ 70,70 o barril, acumulando baixa semanal de 7,38%.

(Com informações do Tc e CMA)

Deixe um comentário