ADVFN Logo ADVFN

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Hot Features

Registration Strip Icon for pro Negocie como um profissional: Aproveite discussões em tempo real e ideias que movimentam o mercado para superar a concorrência.

Petróleo fecha em alta, após China levar os investidores a prestar mais atenção no déficit no mercado mundial da commodity

LinkedIn

Os preços dos contratos futuros de petróleo fecharam o pregão sem direção comum, divididos entre a perspectiva de restrições na oferta da commodity, que podem valorizar os barris no futuro, e receios com dados negativos vindos da China e com turbulências no mercado financeiro mundial, que podem desvalorizar o petróleo.

“O medo de uma escassez generalizada de energia na Europa e na China empurrou alguns contratos a máximas de três anos nesta semana, enquanto os receios com a próxima crise financeira causada por uma potencial inadimplência na dívida da Evergrande ou dos Estados Unidos está puxando-os para baixo”, disse a TAC Energy em um relatório.

Os preços do petróleo subiram recentemente após notícias de escassez na China levarem os investidores a prestar mais atenção no déficit no mercado mundial da commodity. Estas preocupações, no entanto, diminuíram após dados divulgados ontem mostrarem que os estoques de petróleo dos Estados Unidos subiram em 4,6 milhões de barris na semana encerrada em 24 de setembro, ante estimativa de queda de 2,5 milhões de barris.

Além disso, a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) fará uma reunião na semana que vem e pode acelerar o ritmo de retomada da produção que havia sido acertado entre os membros do cartel, diante da alta nos preços da commodity.

Do lado positivo, o Congresso dos Estados Unidos chegou a um acordo para evitar a paralisação do governo federal a partir de amanhã – o que remove parte das preocupações dos investidores com a situação fiscal norte-americana -, mas ainda precisa avançar na elevação ou suspensão do teto da dívida e na negociação de pacotes de estímulo à economia do país.

O preço do contrato futuro do petróleo WTI negociado na Nymex e com entrega prevista para novembro subiu 0,27%, para US$ 75,03 o barril. No mês, a alta é de 9,5%, enquanto no terceiro trimestre o avanço é de 2,1%.

O preço do contrato futuro do petróleo tipo Brent negociado na plataforma ICE caiu 0,15%, para US$ 78,52 o barril, avançando 7,6% no mês e 4,5% no trimestre.

Informações Agência CMA

Deixe um comentário