General Motors faz parceria com Wolfspeed em programas de veículos elétricos

LinkedIn

A General Motors (NYSE:GM) assinou um acordo de fornecedor estratégico com a Wolfspeed, Inc. (NYSE:WOLF). O acordo abre caminho para o desenvolvimento de dispositivos de alimentação de carboneto de silício para serem usados ​​nos programas de veículos elétricos do futuro (EV) da montadora. As ações da GM subiram 1,60% para fechar em US$ 53,98 em 4 de outubro.

A General Motors é uma empresa global que projeta, constrói e vende carros, caminhões, crossovers e peças automotivas. Também está empenhada em promover um futuro totalmente elétrico.

O uso de dispositivos de carboneto de silício deve permitir à General Motors desenvolver sistemas de propulsão de veículos elétricos mais eficientes. O acordo estratégico com o fornecedor representa um marco importante no impulso da General Motors para a transição para um futuro totalmente elétrico. O vice-presidente de compras globais e cadeia de suprimentos da empresa, Shilpan Amin, espera que a aliança acelere a entrega de veículos elétricos.

Atualmente, o carboneto de silício está sendo adotado como um semicondutor padrão da indústria e continua a acelerar a transição da indústria para veículos de energia limpa. Os benefícios do uso de carboneto de silício incluem a redução de peso e a conservação de espaço, resultando em um alcance EV mais longo.

“Os clientes de EVs estão procurando por um alcance maior e vemos o carboneto de silício como um material essencial no projeto de nossa eletrônica de potência para atender à demanda dos clientes”, disse Amin.

Além disso, a General Motors participará do Programa Wolfspeed Assurance of Supply. O programa busca garantir materiais sustentáveis ​​e escaláveis ​​para a produção de veículos elétricos.

No mês passado, o analista do Morgan Stanley Adam Jonas reiterou uma classificação de compra na General Motors com um preço-alvo de US$ 80, o que implica um potencial de alta de 48,20% para os níveis atuais. Segundo o analista, a montadora tentará se posicionar como uma plataforma de tecnologia de transporte.

O consenso entre os analistas é de Strong Buy com base em 13 Buys e 1 Hold. O preço-alvo médio da General Motors de US$ 71,93 implica um potencial de alta de 33,25% para os níveis atuais.

A General Motors também é negociada na B3 através do ticker (BOV:GMCO34). Na tarde de terça-feira, as ações GMCO34 estavam em alta de 1,6%, ou subiu mais R$ 1,11 reais – a um último preço de R$ 74,62 reais.

O Máximo de 52 semanas para a BDR é de R$ 212,66. O Mínimo de 52 semanas é de R$ 49,00.

Deixe um comentário